BAMBU – UEM desenvolve projeto sustentável no design de produtos

O bambu como matéria-prima é um recurso renovável e apresenta um custo-benefício promissor, sendo uma alternativa à utilização da madeira
“O conhecimento do material não é pautado apenas em sua aplicação final, mas em sua importância no ciclo de vida da matéria-prima”, afirma a professora do DDM e coordenadora do projeto, Cristina Lucio el Kattel

O Departamento de Design e Moda (DDM) da Universidade Estadual de Maringá, Campus Cianorte, desenvolve o projeto de pesquisa “O bambu como matéria-prima sustentável no design de produtos”.

O programa atua em diversas linhas de pesquisa sobre o tema possibilitando a participação de alunos e professores do curso de design, mas também docentes e discentes de outras áreas, como arquitetura, engenharias e do Programa de Pós-Graduação em Sustentabilidade de Umuarama. “Assim, o conhecimento do material não é pautado apenas em sua aplicação final, mas em sua importância no ciclo de vida da matéria-prima”, afirma a professora do DDM e coordenadora do projeto, Cristina Lucio el Kattel.

Os resultados dessas pesquisas desenvolvidas, com a participação de alunos do mestrado, bolsistas de Iniciação Científica e de Desenvolvimento Tecnológico, e alunos da graduação, foram publicados em periódicos especializados e apresentados em eventos científicos. “As principais conclusões têm sido a catalogação dos tipos de bambus, sua aplicabilidade para a produção de produtos diversos (de utilidades domésticas a mobiliário), análises físicas de resistência e químicas de impermeabilização”, enfatiza el Kattel.

O projeto encontra-se em fase de pesquisa e testes laboratoriais e tem como meta desenvolver objetos de bambu. “São necessárias muitas análises, principalmente químicas, que comprovem a eficácia dos produtos de tratamento aplicados na matéria-prima”, explica el Kattel.

Ainda de acordo com a coordenadora do projeto, as pesquisas estão sendo satisfatórias, com previsão de desenvolvimento de artigos de bambu até a metade de 2021.

Fonte: Jornalista Camila Cantoia Dorna/ASC/UEM – Foto: Divulgação/ASC/UEM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *