Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de Maringá

Governo vai aportar R$ 15 mil por imóvel para abatimento do valor de entrada em financiamentos junto à Caixa Econômica Federal. Iniciativa envolve investimentos de quase R$ 3 milhões do tesouro estadual, liberados durante visita do governador à cidade

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáFamílias que estão em busca de uma casa própria em Maringá passaram a contar com um importante incentivo para concretizarem o sonho. O governador Carlos Massa Ratinho Junior liberou na quinta-feira (21/9), um aporte de aproximadamente R$ 3 milhões para custear parte do financiamento de 198 novos imóveis que serão construídos em dois empreendimentos na cidade, na região Noroeste do Paraná.

O governador destacou que, por meio do programa Casa Fácil Paraná, o Governo do Estado concederá R$ 15 mil de subsídio por imóvel a famílias com renda mensal de até três salários mínimos em projetos financiados pela Caixa Econômica Federal. Os recursos serão usados para custeio integral ou parcial do valor de entrada dos financiamentos, que é um dos maiores entraves à compra da casa própria nesta faixa de renda da população.

“Estamos construindo 30 mil moradias dentro do programa Casa Fácil aqui no Paraná. São 30 mil famílias que podem realizar seu sonho. Fazemos com que as pessoas possam conseguir o financiamento imobiliário, precisando pagar somente as parcelas”, afirmou Ratinho Junior.

“É um projeto magnífico porque faz com que as pessoas de menor poder aquisitivo possam comprar uma moradia digna e também ajuda a fomentar a economia com a geração de empregos. A estimativa é que serão 100 mil postos gerados com a construção dessas 30 mil casas”, destacou o governador.

COMO PARTICIPAR – Para pleitear o recebimento do benefício, os interessados devem se inscrever no site da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e manifestar interesse em adquirir uma unidade habitacional em um dos empreendimentos disponíveis em Maringá. O repasse do valor da entrada, porém, só é liberado se os pretendentes não possuírem casa própria, além da necessidade de análise de crédito por parte da Caixa após negociação das condições de compra com a construtora.

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáCONDOMÍNIOS – Os novos projetos liberados nesta etapa são o Solar das Laranjeiras (foto), da construtora Yticon, com 320 apartamentos,

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de Maringáe o Residencial Moline (foto), da construtora MRV, que possui 128 unidades.

Os 198 imóveis que recebem subsídios para a entrada fazem parte do total de 448 unidades dos dois residenciais.

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáOs empreendimentos se juntam aos Residenciais Manacá I e II (foto), da construtora Prestes, que também têm parte das unidades comercializadas com o desconto do governo estadual. Os detalhes e imagens de cada empreendimento podem ser consultados no endereço cohapar.pr.gov.br/maringa.

Além do subsídio estadual, os projetos contam com outras vantagens, como descontos variáveis do programa Casa Verde e Amarela, possibilidade de uso do saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para abatimento das prestações e financiamento em até 360 meses.

“O programa Casa Fácil, com o pagamento da entrada do imóvel por parte do Governo do Estado, vem fechar de maneira perfeita o programa de habitação de Maringá. Aqui os condomínios são construídos próximos à região central, em bairros com infraestrutura. Com esse apoio estadual, vamos viabilizar milhares de apartamentos para a população que mais precisa”, ressaltou o prefeito da cidade, Ulisses Maia.

META – Com um orçamento de R$ 450 milhões, a meta do Governo do Estado é conceder subsídios a 30 mil famílias paranaenses para a compra da casa própria e, com isso, reduzir em cerca de 10% o déficit habitacional do Paraná.

Além do benefício direto às famílias que poderão comprar uma nova moradia, a expectativa é que a iniciativa gere cerca de 100 mil empregos diretos e indiretos na indústria da construção civil, em consonância com o plano de retomada econômica estadual.

“O Paraná tem o maior programa de habitação do País, atuando em diferentes frentes, seja subsidiando a entrada dos imóveis ou mesmo doando as casas para aquela camada da população com menor renda. Aqui em Maringá, neste momento, são 198 famílias beneficiadas, gente que passa a contar com uma moradia digna”, comentou o presidente da Cohapar, Jorge Lange.

Os novos projetos liberados nesta etapa são o Solar das Laranjeiras, da construtora Yticon, com 320 apartamentos, e o Residencial Moline, da construtora MRV, que possui 128 unidades.

PRESENÇAS – Participaram do evento o vice-governador Darci Piana; a primeira-dama do Estado e presidente do Conselho de Ação Solidária, Luciana Saito Massa; os secretários Beto Preto (Saúde), Norberto Ortigara (Agricultura e Abastecimento), João Carlos Ortega (Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas) e Márcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo); o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin; os deputados estaduais Soldado Adriano José, Delegado Jacovós, Do Carmo e Evandro Araújo; o vice-prefeito de Maringá, Edson Sacabora; o prefeito de Ângulo e presidente da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), Rogério Aparecido Bernardo; o presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e prefeito de Jesuítas, Júnior Weiller; além de lideranças políticas e empresariais da região.

Fonte: AEN/PR – Foto: Gilson Abreu/AEN – Imagens: Divulgação.

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáResidencial Solar das Laranjeiras

Residencial Solar das Laranjeiras é um empreendimento da construtora Yticon, com 320 apartamentos na cidade de Maringá.

Os imóveis possuem 45 m², com unidades vendidas a partir de R$ 165.678,00 a depender da unidade escolhida e das condições de financiamento acordadas com a construtora.

O empreendimento fica localizado na Rua Pequi, 284, Jardim Tropical.

A estrutura do projeto conta com elevador e áreas comuns como piscina adulto e infantil, pet play, espaço gourmet, churrasqueiras, playground e quadra esportiva.

Os benefícios do projeto incluem um subsídio de R$ 15 mil por imóvel do Governo do Estado para custeio do valor de entrada a famílias com renda de até três salários mínimos, por meio do programa Casa Fácil Paraná.

Também são oferecidos descontos variáveis de até R$ 23 mil do programa Casa Verde e Amarela e possibilidade de uso do saldo do FGTS para abatimento das prestações mensais. (https://www.cohapar.pr.gov.br/Maringa/Solar-das-Laranjeiras)

Residencial Moline da MRV

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáResidencial Moline é um empreendimento da construtora MRV na cidade de Maringá, composto por 128 apartamentos.

Os benefícios aos compradores incluem um subsídio de R$ 15 mil do Governo do Estado do Paraná para custeio do valor de entrada a famílias com renda de até três salários mínimos, subsídios variáveis do Governo Federal de acordo com a renda e possibilidade de uso do saldo do FGTS para abatimento das prestações mensais.

Apartamentos de 2 dormitórios no Jardim Alvorada, em condomínio fechado com elevador, todos com vaga de garagem, lazer equipado, coleta seletiva, sistema de segurança, portas especiais, laminado na sala e quartos e muito mais.

Próximo ao Campo de Futebol do Jardim Alvorada, Mercado Alvorada, UBS Alvorada e CMEI José dos Santos. Entre as principais vias de acesso estão a Av. Franklin Delano Rooselvelt, Av. Pedro Taques, Av. Vital Brasil, Av. Morangueira, Av. Dona Sophia Rasgulaeff e Rod. Contorno Norte.

Fonte: https://www.cohapar.pr.gov.br/Maringa/Moline

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáResidencial Manacá I

Residencial Manacá I é um empreendimento da construtora Prestes na cidade de Maringá. O empreendimento é composto por 112 apartamentos a partir de R$ 145 mil em sua primeira etapa, com financiamento da Caixa Econômica Federal através do programa Casa Verde e Amarela.

Os benefícios aos compradores incluem um subsídio de R$ 15 mil do Governo do Estado do Paraná para custeio do valor de entrada a famílias com renda de até três salários mínimos, subsídios variáveis do Governo Federal de acordo com a renda e possibilidade de uso do saldo do FGTS para abatimento das prestações mensais. A construtora também oferece possibilidade de parcelamento do valor remanescente de entrada.

Os imóveis do Residencial Manacá possuem dois dormitórios, com piso laminado e medidores individuais de água, gás e luz. Por isso, acaba sendo a escolha ideal para famílias pequenas ou para quem deseja morar só e precisa de um espaço extra para criar um home office, por exemplo.

A estrutura de uso comum do condomínio conta com piscina, salão de festas, quadra esportiva, quiosques com churrasqueiras, espaço melhor amigo, redário, parquinho, espaço de jogos e praça. Todas as unidades possuem direito a uma garagem descoberta fixa.

O conjunto fica localizado na Rua Pioneiro Paschoal Locatelli, 688, no bairro Conjunto Residencial Cidade Alta.

Fonte: https://www.cohapar.pr.gov.br/Maringa/Manaca-I

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáResidencial Manacá II

Residencial Manacá II é um empreendimento da construtora Prestes na cidade de Maringá. O empreendimento é composto por 112 apartamentos a partir de R$ 145 mil em sua primeira etapa, com financiamento da Caixa Econômica Federal através do programa Casa Verde e Amarela.

Os benefícios aos compradores incluem um subsídio de R$ 15 mil do Governo do Estado do Paraná para custeio do valor de entrada a famílias com renda de até três salários mínimos, subsídios variáveis do Governo Federal de acordo com a renda e possibilidade de uso do saldo do FGTS para abatimento das prestações mensais. A construtora também oferece possibilidade de parcelamento do valor remanescente de entrada.

Os imóveis do Residencial Manacá II possuem dois dormitórios, com piso laminado e medidores individuais de água, gás e luz. Por isso, acaba sendo a escolha ideal para famílias pequenas ou para quem deseja morar só e precisa de um espaço extra para criar um home office, por exemplo.

A estrutura de uso comum do condomínio conta com piscina, salão de festas, quadra esportiva, quiosques com churrasqueiras, espaço melhor amigo, redário, parquinho, espaço de jogos e praça. Todas as unidades possuem direito a uma garagem descoberta fixa.

O conjunto fica localizado na Rua Pioneiro Paschoal Locatelli, 688, no bairro Conjunto Residencial Cidade Alta.

Fonte: https://www.cohapar.pr.gov.br/Maringa/Manaca-II

Residencial Maringá – Viver Mais

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáParte do programa Viver Mais Paraná, o empreendimento Residencial Maringá é construído no formato de um condomínio horizontal fechado, com moradias para idosos com renda mensal de um a seis salários mínimos. O conjunto conta com 40 imóveis de 40 metros quadrados cada, com unidades de um quarto, sala, cozinha, banheiro e área de serviço adaptados às necessidades dos moradores.

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáO empreendimento conta com ambulatório para atendimentos médicos básicos aos residentes e áreas comuns para acompanhamento social e visitas de familiares. A infraestrutura completa de lazer inclui uma praça de convivência, biblioteca, sala de informática, academia ao ar livre, horta comunitária, salão de festas e quiosques de jogos e piscina para hidroginástica.

A utilização dos espaços funciona em sistema de locação pelo tempo que os moradores desejarem, com o pagamento de um aluguel mensal equivalente a 15% de um salário mínimo nacional.

A seleção dos beneficiários será feita entre os inscritos com mais de 60 anos no cadastro de pretendentes da Cohapar. A prioridade de atendimento será para pessoas que residem em áreas de risco ou insalubres, pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e beneficiários de programas de assistência social.

Estado garante subsídios para facilitar a compra da casa própria a 198 famílias de MaringáFonte: https://www.cohapar.pr.gov.br/Residencial/Maringa – Imagens: Divulgação:Cohapar/PR