Grupo de Trabalho mira qualificação de milhares de jovens

A Prefeitura vai trabalhar na ampliação de vagas do projeto Jovem Aprendiz
Secretário Marcos Cordiolli, da Siacom: “Nosso propósito é que estes jovens consigam vagas de aprendiz e, ao mesmo tempo, façam cursos técnicos com base tecnológica”
Secretário Emmanuel Predestin: “A Secretaria da Juventude e Cidadania, cadastrou mais de 200 jovens entre 15 e 29 anos, que atuam como microempreendedores”
Segundo divulgação do Espaço do Empreendedor, o município conta com 7.441 MEIs atuantes entre jovens de 18 a 30 anos

A Prefeitura de Maringá lançou, no início deste mês, um grande programa de Aceleração Econômica com o objetivo de contribuir para inovação, internacionalização, competitividade das empresas e geração de empregos e renda. O programa foi lançado pela Secretaria de Inovação, Aceleração Econômica, Turismo e Comunicação (Siacom) e é transversal a várias secretarias municipais, como Trabalho e Renda, Assistência Social e Juventude e Cidadania.

Estas secretarias estão atuando nas várias vertentes do programa. Uma delas passa pela qualificação dos maringaenses para formação de profissionais que são fundamentais para o desenvolvimento das empresas. Hoje, muitos empresários não conseguem contratar funcionários, principalmente na área de tecnologia digital, pois parte das pessoas que buscam um emprego não está qualificada.

Nesta vertente de necessidade de qualificação, Ulisses Maia determinou também uma reformulação do Promube, o Programa Municipal de Bolsas de Estudo, que passou a ser administrado pela Secretaria de Juventude e Cidadania.

Todas estas ações do Programa de Aceleração Econômica estão sendo discutidas por um Grupo de Trabalho da Prefeitura de Maringá e devem desencadear na formação de milhares de jovens em sintonia com o Programa Menor Aprendiz. Aqueles que tiverem um desempenho profissional adequado poderão obter a concessão de bolsas no ensino superior pelo Programa Promube.

O grande desafio da Prefeitura é articular desenvolvimento econômico com inclusão social. Assim, as ações visam acelerar o crescimento das grandes empresas e, ao mesmo tempo, promover a qualificação das populações vulneráveis para que possam ampliar seus horizontes.

Vagas abertas

 A primeira reunião externa do Grupo de Trabalho foi realizada com o presidente da associação Software by Maringá, Robinson Patroni, que representa empresas do setor de tecnologia da informação. Hoje, o setor tem possibilidade de abrir cerca de 1.300 vagas. Nove empresas já adquiriram áreas no futuro Parque de TI da cidade e a expectativa é de que sejam abertas mais 700 vagas. Não há profissionais especializados para atender a demanda.

Outros segmentos da economia serão ouvidos. O GT da Prefeitura também fez contato com o Senac e vai se reunir com Senai e Senat para viabilizar parcerias no sentido de qualificar os maringaenses. Em outra frente, a Prefeitura vai trabalhar na ampliação de vagas do projeto Jovem Aprendiz. O próprio Governo do Estado articulou, em 2020, uma iniciativa tocada pelo Senac para estimular a contratação de jovens aprendizes por empresas de base tecnológica ou que atuam com inovação. Para tanto, o Senac disponibiliza formação teórica e prática para os jovens de 14 a 24 anos.

“Nosso propósito é que estes jovens consigam vagas de aprendiz e, ao mesmo tempo, façam cursos técnicos com base tecnológica. Assim, eles uniriam a teoria e a prática e estarão preparados para enfrentar o mercado de trabalho e contribuir para a inovação e o desenvolvimento das empresas”, frisa o secretário Marcos Cordiolli, da Siacom. Outro objetivo é estudar a possibilidade de conceder bolsas do Promub para os jovens do Menor Aprendiz.

O secretário Emmanuel Predestin lembrou que a Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria da Juventude e Cidadania, cadastrou mais de 200 jovens entre 15 e 29 anos, que atuam como microempreendedores. O objetivo do cadastramento é contribuir para formalização e capacitações. De acordo com o Espaço do Empreendedor, o município conta com 7.441 MEIs atuantes entre jovens de 18 a 30 anos.

Fonte: Diretoria de Comunicação/Siacom – Fotos: Mileny Melo/PMM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *