Homenagem à Agronomia e ao Engenheiro Agrônomo

“Agronomia, tu és paixão, superação, emoção...”
“Agronomia da tecnologia e da engenharia ...”
12 de Outubro – Dia do Engenheiro Agrônomo
Luís César Cassol, é Engenheiro Agrônomo, Professor do Curso de Agronomia da UTFPR/Campus Pato Branco e ganhador do Prêmio Destaque Profissional do Crea-PR em 2017, como Educador Destaque

Por (*) Luís César Cassol,

Nesse país de dimensões continentais, “em se plantando tudo dá”. Pero Vaz de Caminha, há 520 anos, chamou a atenção da Corte Portuguesa sobre a imensidão de recursos naturais que inundam o Brasil, fazendo-o não apenas bonito por natureza, mas com amplas e diversificadas formas de produção. Mas, Sr. Caminha, a coisa não é tão simples assim…

Para organizar essas tarefas, desde a produção à comercialização, em 12 de outubro de 1933, através do Decreto n° 23.196, foi regulamentada a profissão de Engenheiro Agrônomo, cuja atividade envolve uma complexidade de funções e se inter-relaciona com outras ciências, das básicas as aplicadas, atuando nos três grandes reinos da natureza: animal, vegetal e mineral. Compete a este profissional a nobre missão de produzir alimentos, fibras e energia para uma população de 7,8 bilhões de seres humanos; além disso, através da legítima cobrança da sociedade, é de sua responsabilidade que os alimentos sejam seguros desde a produção, até o transporte, armazenamento e acesso.

No estado do Paraná, que possui 61 cursos de graduação em Agronomia registrados no Crea-PR, junto a mais de 16.347 mil profissionais atuando numa profissão eclética, talvez um grande diferencial em relação as outras; que tem nos recursos naturais o seu grande aliado e que, inegavelmente, tem ajudado a transformar o Brasil num grande destaque na produção de grãos, carnes, etanol, frutas, verduras e outras tantas espécies que fazem desse país tropical uma verdadeira potência e cujos produtos são consumidos em boa parte do Planeta.

Uma profissão em estreita relação com a natureza, capaz de evoluir para altos tetos de produtividade dos cultivos, com aplicação dos conhecimentos científicos, e, deste modo, capaz de preservar os recursos naturais necessários a manutenção das diferentes formas de vida no Planeta e um ambiente com qualidade para as futuras gerações.

Agronomia dos solos, das plantas e dos animais

Contigo escrevo uma história linda demais

Agronomia da irrigação, da genética, do paisagismo

Se moderniza com dinamismo, sem conservadorismo

Agronomia da fito e da entomologia

Da socioeconomia e da ecologia

Da tecnologia e da engenharia …

Não descansou um dia, em meio a pandemia

Agronomia do ensino, da pesquisa e da extensão

Do cooperativismo, da comercialização e da produção

De mãos dadas com a conservação

Agronomia, tu és paixão, superação, emoção

Agronomia orgânica ou mineral, preservando a biodiversidade

Parabéns a todo o Engenheiro Agrônomo

Que atua com ética, competência e responsabilidade

(*) Luís César Cassol, é Engenheiro Agrônomo, Professor do Curso de Agronomia da UTFPR/Campus Pato Branco e ganhador do Prêmio Destaque Profissional do Crea-PR em 2017, como Educador Destaque.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *