Hospital Municipal completa 19 anos e se consolida como unidade de referência

Com mais de 12 mil metros de construção e com 587 profissionais de saúde, o hospital se consolidou como um ponto de referência para as Unidades de Pronto Atendimento, Sul e Norte
“A Medicina é gratificante, você já faz isso por amor, mas vivenciar o crescimento do hospital e estar tanto tempo no mesmo ambiente, torna esse local uma expansão da nossa vida e gera amor”, reconhece Rita de Cássia, diretora técnica do Hospital

Nesta quarta-feira, 7 de abril, Dia Mundial da Saúde, o Hospital Municipal “Dra. Thelma Villanova Kasprowicz”, de Maringá, completa 19 anos de atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ao longo desses anos, em mais de 12 mil metros de construção e com 587 profissionais de saúde, o hospital se consolidou como um ponto de referência para as Unidades de Pronto Atendimento, Sul e Norte, e porta aberta às emergências psiquiátricas.

Há um ano a unidade atua como hospital de referência para internamento de pacientes com Covid-19. São 119 leitos habilitados em clínica médica, cirúrgica, pediatria, Unidade de Terapia Intensiva e psiquiatria. O hospital também conta com estrutura ambulatorial para atendimento de consultas eletivas especializadas e exames de diagnóstico por imagem.

“Quando assumimos a primeira gestão, em 2017, colocamos de fato o Hospital para funcionar. Aumentamos em 73% o número de internações, dobramos o número de consultas e especialidades, e implantamos o serviço e exames de tomografia e endoscopia”, destaca o prefeito Ulisses Maia. Entre outras inovações da gestão, o HMM implantou as cirurgias gerais 24 horas; Farmácia 24 horas; e foi feita a ligação entre o hospital e UPA Zona Sul para otimizar os atendimentos de emergência.

A diretora técnica do Hospital, médica Rita de Cássia está no hospital desde a inauguração da unidade, que tem a missão de prestar atendimento qualificado, de forma humanizada aos pacientes. “A Medicina já é gratificante, você já faz isso por amor, mas vivenciar o crescimento do hospital e estar tanto tempo no mesmo ambiente, torna esse local uma expansão da nossa vida e gera amor”, reconhece Rita.

Fonte: Diretoria de Comunicação- Foto: Aldemir de Moraes/PMM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *