Live marca lançamento do Movimento Mais Mulheres no Poder em Maringá

Live de lançamento do Movimento Mais Mulheres No Poder em Maringá, vai debater Assédio moral e ofensas contra a honra das candidatas nas eleições municipais de 2020
Gisele Mendes de Carvalho, professora associada de Direito Penal e diretora adjunta do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UEM.
Ana Cláudia Pirajá Bandeira, presidente da subseção Maringá da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e professora assistente de Direito Civil no Departamento de Direito Privado e Processual da Universidade Estadual de Maringá (UEM
O debate será mediado pela articuladora do Movimento Mais Mulheres no Poder em Maringá, Ana Lucia Rodrigues, professora no Departamento de Ciências Sociais da UEM e coordenadora do Observatório das Metrópoles.

Mais de 50 pré-candidatas de 16 partidos já aderiram ao Movimento Mais Mulheres no Poder em Maringá

A live “Assédio Moral e ofensas contra a honra das candidatas nas eleições municipais de 2020”, marca oficialmente o lançamento do movimento e abordará uma das ações que o embasa, que é a rede de apoio para enfrentar eventuais episódios de assédio e fake news durante as eleições.

Participam da live as advogadas Ana Cláudia Pirajá Bandeira, presidente da subseção Maringá da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e professora assistente de Direito Civil no Departamento de Direito Privado e Processual da Universidade Estadual de Maringá (UEM), e Gisele Mendes de Carvalho, professora associada de Direito Penal e diretora adjunta do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UEM. O debate será mediado pela articuladora do Movimento Mais Mulheres no Poder em Maringá, Ana Lucia Rodrigues, professora no Departamento de Ciências Sociais da UEM e coordenadora do Observatório das Metrópoles.

A live será transmitida nesta quarta-feira, 24 de junho, às 20 horas, pelo facebook do movimento e é aberta a todos os interessados.

Mais informações:
https://www.facebook.com/maismulheresnopodermaringa/
https://maismulheresnopoder2020.blogspot.com/

Fonte: Jornalista Juliana Daibert/Assessoria de Imprensa – Fotos: Divulgação
[email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *