Negada liminar para reabertura de academias em Maringá

 

A Prefeitura de Maringá informa que o juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública, Frederico Mendes Júnior, negou nesta quinta, 23/4, pedido de liminar em mandado de segurança impetrado por 11 academias solicitando a retomada das atividades, suspensas pelo município por decreto baixado em ato de prevenção ao coronavírus.

“A situação é demasiadamente preocupante e requer a adoção de medidas rígidas por parte dos governantes, como forma de minimizar as desastrosas consequências de um colapso na rede de saúde do país”, argumenta o juiz, citando o número de mortes provocadas pelo Covid-19 nos Estados Unidos, Itália e França, estimada por ele em 45 mil.

As medidas preventivas adotadas pelo município de restrição às atividades econômicas, restabelecidas gradualmente, seguem rigoroso critério técnico e orientação científica, de forma a preservar a vida, ameaçada pela pandemia. O isolamento social, o distanciamento entre as pessoas e o uso de máscara seguem como pilares da prevenção.

Boletim oficial divulgado pela Diretoria de Comunicação, da Prefeitura Municipal de Maringá.

Foto: Paulo Souza/Arquivo/AaZ Magazine.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *