Questionário é ponto de partida para Amusep e UEM elaborarem ‘Raios-X de Oportunidades’

Os prefeitos das 30 cidades da área de abrangência da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), receberam o formulário eletrônico para responder ao questionário, que servirá de base para a elaboração do “Raios-X de Oportunidades”. A iniciativa, em parceria com a Universidade Estadual de Maringá (UEM), vai resultar em um amplo e abrangente panorama sobre as oportunidades de atração de investimentos, existentes na região.

O questionário reúne cerca de 70 perguntas sobre infraestrutura disponível; capacidade de oferta de mão-de-obra; cursos e treinamentos para formação e aprimoramento profissional; empresas instaladas; gestão fiscal, entre outras. “O levantamento inicial contempla a maior gama possível de informações para determinar o perfil socioeconômico do território”, destaca o professor-doutor Julyerme Matheus Tonin, coordenador do Grupo de Estudos sobre Desenvolvimento Regional (GDR), vinculado ao Departamento de Economia da UEM.

Projeto-piloto

 Responsável por reunir os dados e reproduzir o cenário atual, Tonin explica que, antes de encaminhar o questionário aos prefeitos, foi feito um projeto-piloto, com quatro municípios. Foram avaliados a clareza dos enunciados, a facilidade de acesso para encontrar as informações solicitadas, o tempo de resposta, entre outros. Com o retorno desta etapa preliminar, as questões foram aperfeiçoadas ou desmembradas para melhorar o entendimento e se chegar ao nível de coleta esperado”, ressalta o coordenador dos trabalhos.

Assim que os prefeitos responderem ao questionário, os pesquisadores do GDR vão se debruçar sobre os dados e projetar o horizonte ofertado pelos municípios da Amusep aos investidores em potencial. “Vai ser uma ferramenta importante para os gestores públicos formularem ou dinamizarem políticas públicas para promover ciclos de prosperidade, com geração de emprego, renda e melhoria da qualidade de vida para a população”, afirma a pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da UEM, professora doutora Sandra Mara de Alencar Schiavi, coordenadora das ações da Unidade Mista de Desenvolvimento Territorial (UMDT), na Universidade.

UMDT

 Rogério Aparecido Bernardo, prefeito de Ângulo e presidente da Amusep, recorda que a ideia de elaborar o estudo surgiu durante uma reunião, realizada no fim de janeiro deste ano, na Reitoria da UEM. O encontro foi uma visita de cortesia ao reitor da Universidade, professor doutor Júlio César Damasceno, logo após a posse dele na Presidência da Associação. “Os prefeitos carecem de um material robusto, que sirva de argumento essencial para conquistar novos investimentos. O Raios-X vai preencher esta lacuna”, comenta.

Entusiasta da iniciativa, o reitor da UEM acrescenta que o projeto vai ao encontro do objetivo da UMDT, ao estimular a adoção de medidas que resultem na abertura e manutenção de empregos, impulsionem a geração de riquezas e contribuam para a fixação das famílias nas cidades de origem delas. “A Unidade Mista de Desenvolvimento Territorial busca encontrar e apresentar os caminhos para acelerar a atividade produtiva e ampliar o bem-estar dos moradores nos municípios da Amusep”, frisa.

Fonte: Jornalista Claudio Galleti/Assessor de Imprensa/Amusep – Foto: Divulgação/UEM

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *