SRM apresenta logo e tema da Expoingá 2020

A presidente da Sociedade Rural de Maringá, Maria Iraclézia de Araujo, (ao centro), com o vice-prefeito Edson Scabora (e) e o prefeito Ulisses Maia, apresenta o logo da EXPOINGÁ 2020.
"EXPOINGÁ 2020 Conecta você ao novo agro", é o tema do próximo ano.
“Este momento é para que a gente possa dar visibilidade à feira. O logo e o tema servem para embasar todas as nossas ações, projetos e campanhas publicitárias que já estão sendo iniciados neste momento”, esclareceu a presidente da entidade, Maria Iraclézia de Araújo (foto).

 

Feira irá valorizar um novo modelo de agronegócio, mais moderno, conectado ao mundo digital, de alta produtividade, qualidade e que preserva o meio ambiente

A Sociedade Rural de Maringá apresentou na noite de terça-feira, (1º), o tema e o logo da 48ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá. “EXPOINGÁ 2020: Conecta você ao novo agro” é o tema escolhido para embasar todas as ações e projetos da feira, tendo como objetivo mostrar um agro inovador, ligado às novas tecnologias, que cresce, melhora em qualidade, bate recordes de produção e tudo isso preservando a natureza.

O lançamento contou com a presença do prefeito Ulisses Maia, do vice Edson Scabora, secretários municipais, representantes da imprensa e diretores da SRM. “Este momento é para que a gente possa dar visibilidade à feira. O logo e o tema servem para embasar todas as nossas ações, projetos e campanhas publicitárias que já estão sendo iniciados neste momento”, esclareceu a presidente da entidade, Maria Iraclézia de Araújo.

Segundo Iraclézia, a Expoingá 2020 pretende mostrar que o agronegócio brasileiro vive hoje um momento sem precedentes em sua história. Um momento de desafios e oportunidades, num país dinâmico e biodiversificado.

“Um país de dimensões continentais com amplos recursos naturais (água, solo fértil, recursos florestais, reservas minerais e clima favorável), que nos coloca à frente de outros mercados internacionais e que passou por enormes transformações, da era da agricultura feita a mão, passando pela chegada das máquinas e da ciência, pela automação e mecanização, até a era digital, ao novo agro”, complementa.

O texto de justificativa do tema diz que o novo agro não é apenas tecnológico e inovador. É sustentável e contempla um manejo responsável dos recursos econômicos, ambientais e sociais, ao mesmo tempo em que é recordista de produtividade.

“Um agro cooperativista, profissionalizado, moderno, que lança uso do desenvolvimento tecnológico, biotecnologia, pesquisas e inovações científicas para produzir mais e com qualidade, entendendo que a natureza é parte vital para que o Brasil possa cumprir a sua missão de garantir o alimento das futuras gerações”, segue esclarecendo.

Também faz menção à proteção da vegetação nativa e da biodiversidade. “O Brasil é o primeiro país em áreas protegidas, segundo dados do UNEP/WCMC/IUCN (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente/Centro Mundial de Monitoramento da Conservação/Base de Dados Mundial de Áreas Protegidas), graças à liderança dos produtores rurais na preservação ambiental”.

Neste cenário de transformações, desenvolvimento e previsões superlativas é que a Expoingá 2020 chega com o compromisso de “conectar as pessoas ao novo agro e levá-las a conhecer uma nova realidade do campo”, diz Maria Iraclézia. Segundo ela, o tema foi cuidadosamente escolhido para “demonstrar a conexão entre tecnologia e sustentabilidade, entre o presente e o futuro, um futuro próximo de oportunidades que o novo agro proporciona para as próximas gerações”.

A Expoingá 2020 será realizada de 7 a 17 de maio, no Parque Internacional de Exposições de Maringá. Mais informações pelo telefone (44) 3261-1700.

Texto: Jornalista Valdete São José/Assessoria de Imprensa/SRM.
Fotos: Ivan Amorim/Pólen Imagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *