Aplicação em poupança na Sicredi União cresce 19 vezes

 

Para o economista Roberto Rodrigues (foto), que é gerente de investimento da Sicredi União, a explicação para esse aumento deve-se ao fato dos investidores buscarem rendimentos seguros.

Os números são, de fato, surpreendentes: qualquer que seja a base de comparação em relação a 2019, o volume de aplicações na tradicional poupança tem crescido a passos largos. Entre janeiro e abril as aplicações em poupança na Sicredi União PR/SP cresceram 1.826% em relação ao mesmo período do ano anterior, o que representa cerca de 19 vezes mais.

Para o economista Roberto Rodrigues, que é gerente de investimento da Sicredi União, a explicação para esse aumento deve-se ao fato dos investidores buscarem rendimentos seguros. “De modo geral os investimentos mais voláteis (com mais risco) não são tão comuns na carteira de aplicações dos brasileiros, e no período recente tivemos quedas abruptas, por exemplo, nas cotações da nossa bolsa de valores. Na prática o que aconteceu foi ver o extrato com saldo de R$ 100 mil num mês e com R$ 70 mil no mês seguinte, o que assustou muita gente e potencializou a corrida para a segurança, para os produtos de renda fixa. Neste momento, boa parte dos investidores está mais preocupada em proteger o dinheiro, evitando perdas, principalmente os investidores conservadores. Isso justifica o quanto a poupança tem crescido nos últimos meses, batendo recorde também no Sicredi”, afirma.

Ele destaca que a pandemia do novo coronavírus trouxe uma mudança de cenário econômico e no mercado de investimentos. “Antes da pandemia, as expectativas eram de retomada do crescimento da economia brasileira, a bolsa de valores atingiu recordes de pontuação e muita gente buscou alternativas aos investimentos tradicionais por conta das consecutivas quedas da taxa básica de juros”.

Agora o momento é outro, e por isso os investidores estão em busca de segurança. “Aquele cenário positivo somado ao fato de que o tema investimentos ganhou força em canais de comunicação, especialmente na internet, contribuiu para que muita gente se informasse e aceitasse, naquele momento, a correr um pouco mais de risco. Só que veio o coronavírus, revirou o mercado e as perspectivas foram revisadas, mudando totalmente o cenário econômico. Tem havido uma volatilidade imensa na bolsa de valores e nos produtos com risco maior. Muita gente que aplicou em fundos de ações, fundos multimercado ou fundos de juro real, por exemplo, não aguentou essa volatilidade. Isso ocorreu basicamente com pessoas que não se atentaram ao seu perfil de investimento e/ou não foram devidamente orientadas. Para fazer um investimento responsável, é preciso levar em consideração os aspectos particulares do investidor, mas como o tema virou moda, muita gente ‘foi na onda’. Tem gente que investiu em produtos mais arriscados e está tranquilo e tem gente que não aguentou por uma questão de perfil”.

RECORDE NO BRASIL
Os números registrados pela Sicredi União vão ao encontro do que tem acontecido em todo o país. A poupança registrou, em abril, o maior volume em depósitos líquidos em um único mês. O valor total de R$ 30,5 bilhões é recorde da série histórica do Banco Central, iniciada em 1995.

No Sistema Sicredi, que tem mais de 4,5 milhões de associados em todo o Brasil, a poupança registrou incremento de mais de R$ 1,6 bilhão de janeiro a abril, o maior desempenho dos últimos três anos na instituição financeira cooperativa, que está presente em mais de 22 estados e no Distrito Federal.

No caso do Sicredi, o investimento em poupança beneficia as comunidades e o próprio associado. É que os recursos captados fomentam a disponibilização de crédito por parte da cooperativa, que ganha mais capacidade para apoiar o desenvolvimento da região onde está instalada e, como consequência, da comunidade, formando um ciclo virtuoso.

INCENTIVO PARA POUPAR
Para incentivar o hábito de poupar, o Sicredi está premiando associados nos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, por meio da Promoção Poupar e Ganhar Sem Parar. Ao todo, a promoção vai distribuir, até o fim do ano, R$ 2,5 milhões em prêmios, o maior valor em cinco edições da campanha. A cada R$ 100 de incremento líquido na poupança do associado, um número da sorte será distribuído para concorrer à promoção. Se as aplicações forem na modalidade programada, quando há o débito programado mensal para conta poupança do associado, as chances de ganhar são em dobro.

Fonte: Camila Maciel/Matéria Comunicação – Foto: Divulgação/Sicredi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *