Brasil é campeão Pan-Americano de Paraciclismo em Maringá

Brasil é campeão Pan-Americano de Paraciclismo em MaringáO Brasil foi o campeão no Primeiro Pan-Americano de Ciclismo Paralímpico que aconteceu no último final de semana em Maringá. A equipe brasileira conquistou 122 medalhas no total, sendo 45 de ouro. Em segundo lugar ficaram os colombianos, que rivalizaram com o Brasil durante toda a competição.

“Foi um grande evento que os maringaenses receberam de braços abertos”, considera o secretário de Esportes e Lazer, Robson Xavier. “Mostramos nossa estrutura e como estamos preparados para recebermos grandes eventos, até internacionais”.

O secretário cita que o evento recebeu 170 atletas de 11 países que, além de disputarem as medalhas, também movimentaram o comércio e hotéis da cidade.  E que a Prefeitura de Maringá deu todo apoio necessário para a Confederação Brasileira de Ciclismo realizar o evento na cidade.

Brasil é campeão Pan-Americano de Paraciclismo em MaringáEsse foi o primeiro Campeonato Pan-Americano de Ciclismo Paralímpico da história. E também valeu pontos para os Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023 e Paralimpíadas de Paris 2024.

REFERÊNCIA – E também foi a segunda competição de alto nível no ciclismo que Maringá recebe em menos de quatro meses. Em novembro do ano passado a cidade sediou o Campeonato Brasileiro de Ciclismo de Pista, com presença dos melhores ciclistas brasileiros, competindo e conquistando índices para competições internacionais.

Maringá tem ainda para 2022 agendadas competições de vôlei de praia, tênis de mesa, cultura de rua (break e grafiti), judô, BMX, entre outros.

Brasil é campeão Pan-Americano de Paraciclismo em MaringáConfira o rank geral de medalhas do Pan-Americano:

• 1° – Brasil – 45 ouros (122 medalhas no total);
• 2° – Colômbia – 28 ouros (44 medalhas no total);
• 3º – Argentina – 12 ouros (40 medalhas no total);
• 4º – Venezuela -1 ouro (2 medalhas no total);
• 5º – Chile – 3 pratas (4 medalhas no total);
• 6º – Peru – 2 pratas (6 medalhas no total);
• 7º – República Dominicana – 3 bronzes  (3 medalhas no total);
• 8º – Uruguai -1 bronze (1 medalha no total).

Fonte: Andye Iore e Rosa Lima/Siacom.
Fotos: Aldemir de Moraes