CORONAVÍRUS – Forças de Segurança e fiscalização planejam operações em conjunto

Operações serão feitas em três turnos: manhã, tarde e noite.
Reunião realizada no final da tarde da quarta-feira (20/5), no Paço Municipal, definiu novas ações em conjunto entre Forças de Segurança e fiscalização da prefeitura
Secretário de Segurança Pública Clodoaldo Rossi: em dois meses de decreto as pessoas já sabem o que precisam fazer.
Major Roberto de França: “O efetivo do 4º Batalhão da Polícia Militar, em Maringá, está à disposição para participar das ações integradas com prefeitura”.
Comandante Mello: Guarda Municipal recebe muitas denúncias de festas irregulares
Secretário de Fazenda Orlando Chiqueto: fiscais são desrespeitados nas operações.
Chefe de Gabinete Domingos Trevisan: medidas para cumprir decretos municipais

Reunião realizada no final da tarde da quarta-feira (20/5), no Paço Municipal, definiu novas ações em conjunto entre Forças de Segurança e fiscalização da prefeitura em prevenção ao coronavírus. “Já estamos com dois meses de decretos de prevenção. As pessoas já sabem que tem que usar máscara e não podem aglomerar em locais públicos”, comentou o secretário de Segurança Pública, Clodoaldo Rossi.

Medidas visam reduzir riscos de contaminação pelo coronavírus. Comércio foi reaberto e algumas prestações de serviços retomadas. Mas a doença não acabou. Ainda é preciso se cuidar. E cumprir medidas dos decretos. Operação é preparada para casos de desrespeito, desacato, desobediência, desordem e até agressões. Entre outros comportamentos de confronto por pessoas nas ruas e empresários. Como já aconteceu em algumas operações quando fiscais foram enfrentados.

Ficou definido que hoje começa uma série de ações para fiscalizar e orientar sobre uso de máscaras de proteção e o toque de recolher. Também serão feitas ações contra aglomeração de pessoas. Polícias Militar e Civil, Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Guarda Municipal e fiscalizações das secretarias de Saúde e Fazenda estarão juntas em pontos de grande frequência de pessoas na cidade. Como praça da Catedral, estacionamento do estádio Willie Davids, praça do Antigo Aeroporto, nas unidades do Meu Campinho, entre outros. Há frequentes denúncias de moradores sobre esses locais.

Já nos finais de semana o foco será em festas. Nas últimas semanas tanto a Ouvidoria, quanto a Guarda Municipal e a Polícia Militar receberam muitas denúncias de festas com aglomerações de pessoas. Somente entre sexta-feira, 15, e domingo, 17, a GM registrou 505 denúncias, das quais 67 sobre perturbação do sossego com festas em residências e chácaras. PM também informa que houve acúmulo de denúncias sobre festas depois do horário de toque de recolher no final de semana.

O major Roberto de França comentou que a Polícia Militar já aplica em Maringá procedimentos determinados pelo comando sobre decretos estaduais. E que o efetivo do 4º Batalhão da Polícia Militar em Maringá está à disposição para participar das ações integradas com prefeitura. Assim como a Polícia Civil.

Participaram da reunião ontem as polícias Militar e Civil, Guarda Municipal, secretarias municipais da Saúde, da Fazenda, de Gestão, a Procuradoria Geral, o Gabinete do Prefeito e a Comunicação da Prefeitura.

Fonte: Diretoria de Comunicação – Fotos: Thiago Louzada/PMM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *