CULTURA – Painel do Café será instalado no Teatro Calil Haddad

O Painel do Café, patrimônio histórico e cultural tombado em 2011, voltará para Maringá em julho e será instalado no Teatro Calil Haddad
Prefeito Ulisses Maia e convidados na época da remoção do painel em 2017
O Painel do Café, patrimônio histórico e cultural tombado em 2011, voltará para Maringá em julho e será instalado no Teatro Calil Haddad. A tela, feita com azulejos pintados, passou por restauração em São Carlos (SP). “Diante da importância simbólica e histórica do Painel do Café, escolhemos um local apropriado para a obra no principal teatro da cidade e que também é sede da Secretaria de Cultura”, comentou o secretário da pasta, Victor Simião.

Todo o trabalho de restauração e definição do local de instalação teve acompanhamento da Comissão Especial de Preservação do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural de Maringá. Inicialmente, dois locais concorreram para receber o painel. Os prédios do antigo e do novo aeroporto. Mas, por questões técnicas, a escolha final recaiu sobre o Teatro Calil Haddad.

O processo de restauração foi minucioso e detalhado porque algumas peças estavam danificadas. Desde a retirada até a recuperação foram usados equipamentos, produtos e técnicas de manuseio especiais. Tudo para recuperar e colocar à disposição da população uma importante peça da história maringaense e arte muralista.

BAR COLUMBIA – O painel retrata uma colheita de café. Foi pintado em 1956 pelo artista de Santos, Waldemar Moral, a pedido do então prefeito Américo Dias Ferraz. O político encomendou a obra para instalação no Bar Columbia, empreendimento que marcou história nos anos 1950 por ser um dos mais modernos do estado.

O painel permaneceu nas paredes do imóvel até 2017, quando a gestão Ulisses Maia decidiu contratar uma empresa para restaurar a obra. A empresa Forlight, vencedora da licitação, removeu o painel para realizar o trabalho de restauro. O painel é formado por 848 azulejos de 15cm x 15cm cada, com 2m40 de altura por 7m95 de comprimento.

Fonte: Andye Iore/Siacom – Fotos: Divulgação/Arquivo/PMM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *