Industrial maringaense Carlos Valter Martins Pedro é empossado Presidente da Fiep

Solenidade que marca o início da gestão 2019-2023 reuniu mais de 600 convidados em Curitiba

 Com o compromisso de que as ações do Sistema Fiep terão foco total na indústria paranaense, foi empossada na noite da segunda-feira (28/10), em Curitiba, a nova diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Paraná, presidida pelo industrial maringaense Carlos Valter Martins Pedro.

A solenidade, que contou com a presença de mais de 600 convidados, incluindo o governador Carlos Massa Ratinho Junior e outras autoridades, marcou o início da gestão que comandará a entidade pelos próximos quatro anos. A nova diretoria é liderada pelo presidente Carlos Valter Martins Pedro, que substitui Edson Campagnolo no cargo, e conta com industriais de todas as regiões do Estado.

“A nossa missão e a razão de nossa atuação é única e exclusivamente promover ações e prestar serviços que agreguem valor para a indústria”, afirmou Carlos Valter em seu discurso. “Tudo o que fazemos deve ser voltado para o benefício de todos os industriais, de todos os setores e de todas as regiões do nosso Estado. Em cada projeto, em cada serviço ou ação que Fiep, Sesi, Senai e IEL promoverem dentro de suas missões, vamos buscar atender as reais necessidades das indústrias. Esse é o compromisso que assumimos, em prol de uma indústria mais produtiva e competitiva”, completou. Outro compromisso assumido pela nova diretoria é com o fortalecimento dos sindicatos industriais filiados à Fiep.

Carlos Valter também afirmou que a entidade está à disposição para atuar em parceria com o governo estadual em ações que promovam o desenvolvimento da indústria. “O governo foi eleito pelo povo paranaense para gerir o Estado. Uma boa gestão, o sucesso da sua administração e os resultados positivos que forem alcançados trarão benefícios para o setor produtivo e para toda a sociedade paranaense. Principalmente no que tiver relação com a evolução da nossa indústria e da nossa economia, podem contar com o total apoio desta casa e desta diretoria”, declarou, acrescentando que o Sistema Fiep também está aberto a colaborar com os poderes Legislativo e Judiciário no que estiver a seu alcance.

O novo presidente afirmou ainda que pretende intensificar a atuação em conjunto com outras instituições da iniciativa privada. Entre elas, a Confederação Nacional da Indústria (CNI), as Federações das Indústrias estaduais e o G7, grupo que reúne as principais entidades representativas do setor produtivo paranaense. “Ressalto que a missão da Fiep é atuar na defesa dos interesses da indústria. Mas, como integrantes do G7, queremos unir cada vez mais as forças de nossas entidades para a defesa de temas que sejam transversais a toda a classe produtiva de nosso Estado”, disse.

Já o ex-presidente Edson Campagnolo, que transmitiu o cargo a Carlos Valter, destacou que seus oito anos de gestão foram um período de muito aprendizado e de muitas turbulências, superadas com a união do setor produtivo de todo o estado do Paraná. “Mesmo com as dificuldades que o país enfrentou ao longo desse tempo, a indústria do Paraná conseguiu se sobressair. Chegando em 2019, a gente percebe que toda a persistência do industrial paranaense tem trazido resultados, apesar ainda de uma instabilidade na economia que não é a ideal”, disse. “Espero que o presidente Carlos Valter consiga fazer melhor do que nós fizemos”, completou.

AUTORIDADES
Ao saudar a nova diretoria, o governador Ratinho Junior ressaltou que a Fiep é fundamental para colaborar com o bom momento que o Paraná vive. “Temos que remar para a mesma direção para que o Paraná continue sendo o Estado mais moderno do país, evoluindo cada vez mais”, disse. “Desejo ao Carlos Valter e à nova diretoria uma boa sorte. O desafio de substituir o Campagnolo e sua equipe não é fácil, mas tenho certeza que a sua experiência como empresário, conhecedor da indústria paranaense, sem dúvida alguma vai fazer com que o Paraná, junto com a Fiep, alce voos ainda mais altos”, acrescentou.

Já prefeito de Curitiba, Rafael Greca, destacou as ações em parceria que o Sistema Fiep desenvolve com o município. “A Federação das Indústrias é uma grande parceira de Curitiba no programa dos Liceus de Ofício, que ensinam profissões, e também na causa da inovação, da geração de empregos novos com a economia disruptiva”, declarou. “Carlos Valter vai continuar, com brilhantismo, o trabalho de inovação do presidente Edson Campagnolo”, concluiu.

O vice-presidente executivo da Confederação Nacional da Indústria – CNI, Glauco José Côrte, que representou a entidade na solenidade, afirmou que Carlos Valter assume a presidência da Fiep em claro compromisso com o associativismo empresarial. “Nossos sindicatos são a célula-mãe do associativismo. É salutar ver em seu programa de gestão o compromisso com os interesses da indústria do Paraná. O senhor e sua diretoria contam com o apoio de seus companheiros da CNI”, ressaltou.

Entre outras autoridades, também participaram da posse o secretário especial de Relacionamento Externo da Casa Civil do governo federal, Abelardo Lupion; o senador Flávio Arns; e o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano. Estiveram presentes ainda diversos deputados estaduais e federais, secretários de Estado, prefeitos, vereadores e lideranças do setor produtivo paranaense.

QUEM É?

Carlos Valter Martins Pedro é industrial maringaense, fundador e diretor da ZM Bombas, empresa com mais de 30 anos de atuação, especializada na fabricação de bombas hidráulicas, hidrolavadoras de alta pressão, sistemas eólicos para bombeamento e energia e maxicort. Atende todo o mercado nacional e também exporta para países da América do Sul, América Central e África do Sul.

É atual presidente do Sindimetal – Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Maringá; foi vice-presidente da Fiep, na gestão de Edson Campagnolo; vice-presidente da Acim – Associação Comercial e Empresarial de Maringá; presidente do Conselho Gestor da Incubadora Tecnológica de Maringá e integrante do Conselho Temático Inovação da CNI – Confederação Nacional da Indústria. Ainda atua como vice-presidente do Conselho Setorial de Bombas e Motobombas da Abimaq – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos; é membro do Conselho Gestor do Codem – Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá, desde sua fundação, e integra o Conselho Temático do Setor Metalmecânico do Paraná (G19).

ATUAÇÕES NA FIEP

Atua há mais de 30 anos na Fiep – Federação das Indústrias do Estado do Paraná. Dentre suas ações podemos destacar: participação ativa na negociação do piso estadual do trabalhador do setor metalmecânico. A partir desta iniciativa, todos os trabalhadores do Estado do Paraná possuem como direito garantido um piso mínimo. Foi presidente do Conselho do Senai, atuando de forma efetiva na realização conjunta de cursos, qualificação e aprendizagem com foco em formar mão de obra para a indústria.

Carlos Valter é um dos responsáveis pela construção de um complexo no Senai Zona 5, em Maringá, com forte atuação junto à prefeitura. Além da construção do complexo, o terreno doado ao antigo Cefet, que se tornou Senai CTM e hoje Instituto Senai de Tecnologia – IST,  foi conquistado graças à atuação de Carlos Valter junto aos órgãos públicos.

Em Maringá, por 10 anos consecutivos, realizou a Feira Metalmecânica, com objetivo de integrar tecnologias e indústrias de Maringá e região. O evento que começou ainda dentro do Senai, tomou grandes proporções, inclusive internacionais e passou a ser realizado no Pavilhão Azul do Parque Internacional de Exposições “Francisco Feio Ribeiro”, em Maringá.

DIRETORIA

O industrial maringaense Carlos Valter Martins Pedro foi empossado na presidência da Fiep – Federação das Indústrias do Estado do Paraná, tendo como companheiros de diretoria os seguintes nomes:
Vice-presidentes: Abílio de Oliveira Santana, Alcino de Andrade Tigrinho, Carmen Lúcia Izquierdo Martins, Cláudio Petrycoski, Edson José de Vasconcelos, Fabio Pires Leal, Irineu Munhoz, João Alberto Soares de Andrade, João Eduardo Pasquini, José Carlos de Godoi, Marco Antonio Gallassini da Silva, Marcus Friedrich von Borstel, Miguel Rubens Tranin, Paulo Roberto Pupo e Roni Junior Marini. Diretores secretários: 1º – Cláudio Grochowicz, 2º – Elizabete Ardigo e 3º – Antônio Moscardi. Diretores financeiros: 1º – Evaldo Kosters, 2º – José Georgevan Gomes de Araújo e 3º – Itamar Carlos Ferreira. Diretores suplentes: Juliano Langowski, Fabrício Antônio Moreira Neto, Rui Londero Benetti, Wilson Bill, Virgílio Moreira Filho, Devanir Martins da Costa, Allan Gomes Guimarães, Umberto Bastos Sacchelli Neto, Marcelo Ivan Melek, Gilberto Luiz Bordin, Alexandre Graciano de Oliveira, Sueli de Souza Baptisaco, Fernando Yukio Mizote, Reinaldo Jorge Scherer, Orlei Roncaglio, Mauricio Troyani, Mauro Alexy Ribeiro, Edvaldo Geraldo, Rogério Magno Baggio, Guilherme Fiorese Philippi, Edgar Behne e Osmar Ceolin Alves. Conselho Fiscal – Efetivos: Edson Marcelo Recco, Antonio Di Rienzo e José Carlos Bittencourt. Suplentes: Luiz Krindges, Antonio Carlos Dalcolle e Nedir Nojehovski. Delegados juntos ao Conselho da CNI – Efetivos: Carlos Valter Martins Pedro e Virgílio Moreira Filho. Suplentes: Paulo Meneguetti e Edson Luiz Campagnolo.

A cidade de Maringá está presente na nova diretoria da Fiep, representada pelo presidente, o industrial Carlos Walter Martins Pedro, por Antônio Moscardi, Edson Marcelo Recco, Miguel Rubens Tranin  e Paulo Meneguetti.

 Da Redação com assessoria e agenciafiep.com.br – Fotos: Gelson Bampi/Fiep

 

One comment

  1. É com enorme satisfação que recebemos esta nova diretoria, parabéns especial ao Sr Carlos Valter, que sempre destinou seu valioso conhecimento para aprimorar as industrias de Maringá e agora do estado.

    Parabéns Sr Carlos Valter, a cidade de Maringá se orgulha de sua postura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *