Instituto Ambiental de Maringá intensifica fiscalização para evitar descarte irregular de efluentes em córregos

Instituto Ambiental de Maringá intensifica fiscalização para evitar descarte irregular de efluentes em córregos
Operação de fiscalização para averiguar um possível descarte de efluentes no Ribeirão Floriano

O Instituto Ambiental de Maringá monitora constantemente o descarte irregular de efluentes em córregos e rios da cidade. Na noite de segunda-feira (2), técnicos do Instituto Ambiental de Maringá (IAM), em parceria com o Instituto Água e Terra (IAT), realizou uma operação de fiscalização para averiguar um possível descarte irregular de efluentes no Ribeirão Floriano.

Instituto Ambiental de Maringá intensifica fiscalização para evitar descarte irregular de efluentes em córregos
A ação contou com apoio da Guarda Civil Municipal de Maringá

Na ação, que contou com apoio da Guarda Civil Municipal, as equipes coletaram amostras de água do córrego para análise. O material será analisado e, caso esteja fora dos parâmetros permitidos pelas legislações ambientais, o IAM e o IAT vão adotar medidas cabíveis para identificar e multar os responsáveis pelo descarte irregular no córrego.

Instituto Ambiental de Maringá intensifica fiscalização para evitar descarte irregular de efluentes em córregos
Operação foi realizada após denúncias de mau cheiro no local, registrada pela Ouvidoria Municipal e IAM

A operação foi realizada após denúncias de mau cheiro no local, registradas pela Ouvidoria Municipal e no IAM. A diretora-presidente do Instituto Ambiental de Maringá, Juliane Kerkhoff, afirma que o IAM vai intensificar as operações noturnas com apoio de outros órgãos. “O objetivo é coibir possíveis lançamentos irregulares de efluentes por empresas e atuar sempre para garantir a preservação dos nossos córregos e o bem-estar da comunidade que mora na região”, diz.

Fonte: Murillo Saldanha/Secom.
Fotos: Divulgação/IAM.