Marisa Macagnan assume Presidência da Central iMOB

Membros da Diretoria da Central iMOB eleita para o Biênio 2019/2021.
Diretoria Executiva da Central iMOB, eleita para a Gestão 2019/2021: Silvio Saiti Iwata (Secretário); Claudiomar Sandri (Vice-presidente); Marisa Macagnan (Presidente); e Leonardo Fabian (Tesoureiro).
Helmer Romero foi o mestre da cerimônia de posse da nova diretoria da Central iMOB.
Presidente da Central iMOB, Marisa Macagnan: " “Temos que oferecer para os investidores, para os proprietários de imobiliárias e para os corretores de imóveis ferramentas tecnológicas, ágeis e modernas, que resultem em mais negócios e na satisfação de todos, a partir da relação ganha-ganha”, destaca.
O presidente 2017/2019, da Central iMOB, Leonardo Fabian, (foto), ao se despedir da Presidência recorda que, ao assumir o comando da entidade, “ao lado de uma equipe de diretores comprometida e determinada”, o País enfrentava uma das mais profundas crises da história recente do Brasil. “Tivemos que agir, com energia e rigor, para cortar despesas; deixar de imprimir nosso Jornal de Ofertas, um ícone da nossa associação, mas com prazo de validade vencido; e ingressar no universo virtual”, afirma.
A sabedoria e austeridade usadas para conduzir a Central renderam elogios à Gestão 2017/2019 de uma série de líderes dos segmentos imobiliário, político e empresarial. A presidente da Sociedade Rural e do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, Maria Iraclézia de Araújo,(foto), comenta que Fabian e equipe soube recorrer ao ambiente de união existente entre as entidades maringaenses para fortalecer a Central em um momento de fragilidade.
Cláudio Sandri (foto), segundo vice-presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Paraná (Sindimóveis), diz que Maringá é referência na estrutura de entidades de representação empresarial. Inclusive, hoje, maringaenses estão à frente das principais federações do gênero no Estado.
A presidente do Acim Mulher, Cláudia Marcheti Michiura (foto), que representou o presidente da Associação, Michel André Felippe Soares, na solenidade de posse, declara que a aliança entre as duas instituições foi importante para o fortalecimento da Central e do sistema associativista local.
O presidente do Creci/PR, Luiz Celso Castegnaro (foto), cita a bagagem acumulada por Marisa no Sindimóveis e no Creci, entre outras, como base para ela “voltar a ter sucesso” na missão atual frente à Central. “Aprendemos a admirá-la pela capacidade de aglutinação e de realização dela”, acrescenta.
O presidente do Cofeci, João Teodoro da Silva (foto), diz que a “amiga” é “tenaz”, com “garra suficiente” para vencer desafios. Silva garantiu ainda, apoio para consolidar a transformação digital na entidade. Ele relatou que o Cofeci está empenhado na construção de ferramentas para auxiliarem os corretores na promoção de negócios.
O prefeito de Maringá, Ulisses Maia (foto), que também fez questão de participar da posse, afirma que o poder dos maringaenses em defender as causas coletivas e comunitárias é o principal combustível, que fornece energia para a cidade transpor os momentos de dificuldade. “São pessoas semelhantes ao Leonardo e à Marisa que elevam nosso município à condição de melhor cidade do Brasil para se viver, investir e de melhor índice de felicidade do País”, declara.

Avançar no processo de transformação digital da Central de Negócios Imobiliários de Maringá, a Central iMOB, é a principal missão da nova Diretoria da entidade, que tomou posse no dia 26 de agosto, durante solenidade realizada na Casa do Criador Joaquim Romero Fontes, localizada no Parque Internacional de Exposições “Francisco Feio Ribeiro”.

Com um mandato de dois anos, Gestão 2019/2021, a nova presidente Marisa Aparecida Macagnan espera, ao lado dos diretores, imprimir o ritmo necessário para que a Central se mantenha como um organismo catalisador do mercado imobiliário maringaense e uma referência na união de empresas do segmento para o País. “Temos que oferecer para os investidores, para os proprietários de imobiliárias e para os corretores de imóveis ferramentas tecnológicas, ágeis e modernas, que resultem em mais negócios e na satisfação de todos, a partir da relação ganha-ganha”, destaca.

BALANÇO
Marisa ressalta que o processo de transformação digital da Central foi iniciado pelo antecessor dela Leonardo Fabian. Ao se despedir da Presidência, o empresário recorda que, ao assumir o comando da entidade, “ao lado de uma equipe de diretores comprometida e determinada”, o País enfrentava uma das mais profundas crises da história recente do Brasil. “Tivemos que agir, com energia e rigor, para cortar despesas; deixar de imprimir nosso Jornal de Ofertas, um ícone da nossa associação, mas com prazo de validade vencido; e ingressar no universo virtual”, afirma.

Na busca para se adaptar à nova realidade, Fabian e os diretores selaram uma aliança com a Diretoria da Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim), que abriu as portas da entidade para receber a sede da Central. Outra iniciativa foi promover uma pesquisa de mercado para identificar oportunidades em meio aos tempos turbulentos. O crescimento no número de usuários da internet e a facilidade de acesso à rede mundial, provocada pelos “smartphones”, impuseram a migração do Jornal de Ofertas do meio físico para o virtual. “A rapidez na produção e tráfego das informações abalou a indústria gráfica e da mídia impressa. Nosso veículo, também foi vítima desse movimento”, diz.

ELOGIOS
A sabedoria e austeridade usadas para conduzir a Central renderam elogios à Gestão 2017/2019 de uma série de líderes dos segmentos imobiliário, político e empresarial. A presidente da Sociedade Rural e do Maringá e Região Convention & Visitors Bureau, Maria Iraclézia de Araújo, comenta que Fabian e equipe soube recorrer ao ambiente de união existente entre as entidades maringaenses para fortalecer a Central em um momento de fragilidade.

A presidente do Acim Mulher, Cláudia Marcheti Michiura, que representou o presidente da Associação, Michel André Felippe Soares, na solenidade de posse, declara que a aliança entre as duas instituições foi importante para o fortalecimento da Central e do sistema associativista local. Cláudio Sandri, segundo vice-presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Paraná (Sindimóveis), diz que Maringá é referência na estrutura de entidades de representação empresarial. Inclusive, hoje, maringaenses estão à frente das principais federações do gênero no Estado. Ágide Meneguette, preside a da Agricultura (Faep); Marco Tadeu Barbosa, comanda a das Associações Comerciais e Empresariais (Faciap), e Carlos Walter Martins Pedro, acaba de assumir a das Indústrias (Fiep).

EMPREENDEDORES
Os presidentes dos conselhos Regional (Creci), Luiz Celso Castegnaro; e Federal dos Corretores de Imóveis (Cofeci), João Teodoro da Silva, que abriram mão de uma série de compromissos para estarem presentes na posse da nova Diretoria da Central, destacaram os perfis empreendedores de Fabian e Marisa. Resgataram o histórico de Fabian e ressaltaram a trajetória de Marisa, tanto nas empresas deles quanto no universo de atuação das entidades de classe.

Castegnaro cita a bagagem acumulada por Marisa no Sindimóveis e no Creci, entre outras, como base para ela “voltar a ter sucesso” na missão atual frente à Central. “Aprendemos a admirá-la pela capacidade de aglutinação e de realização dela”, acrescenta. Silva diz que a “amiga” é “tenaz”, com “garra suficiente” para vencer desafios. Os dois garantiram, ainda, apoio para consolidar a transformação digital na entidade. Eles relataram que Creci e Cofeci estão empenhados na construção de ferramentas para auxiliarem os corretores na promoção de negócios. Ressaltaram, ainda, que a posse ocorreu em um momento especial para a categoria, pois, no dia seguinte, era Dia do Corretor de Imóveis e seria celebrado 57 anos da regulamentação da profissão.

VIGOR
O prefeito de Maringá, Ulisses Maia, que também fez questão de participar da posse, afirma que o poder dos maringaenses em defender as causas coletivas e comunitárias é o principal combustível, que fornece energia para a cidade transpor os momentos de dificuldade. “São pessoas semelhantes ao Leonardo e à Marisa que elevam nosso município à condição de melhor cidade do Brasil para se viver, investir e de melhor índice de felicidade do País”, declara.

Diretoria Eleita – Biênio 2019/2021

Presidente:  Marisa Aparecida Macagnan; Vice-presidente: Claudiomar Barbosa Sandri; Secretário:  Silvio Saiti Iwata; e Tesoureiro: Leonardo Ramos Fabian. CONSELHOS – Consultivo: Marco Tadeu Barbosa, Leonardo Ramos Fabian e Claudiomar Barbosa Sandri. Conselho de Ética: Roberto Granado Martines, Milton de Oliveira e Alexandre Veronezi. Conselho fiscal: Cleverson Manoel Costa, Glauco Eduardo Fonzar Guiomar e Rogério Iracy Lúcio Mochi. Conselho de inovação e tecnologia: Nelson Barbosa Júnior, Silvio Saiti Iwata Filho e Rafael Macagnan Marutaka.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *