UEM é 6ª melhor universidade estadual do Brasil, aponta Inep

Câmpus da UEM em Goioerê, um dos sete da instituição
Infraestrutura auxilia pesquisadores da UEM a obterem reconhecimento nacional e internacional
Desde 2020 a universidade teve que se adaptar para oferecer ensino remoto
Complexo de Saúde da UEM tem sido fundamental no combate à pandemia da Covid-19

 Indicador coloca UEM como 2ª melhor estadual do Paraná

 A Universidade Estadual de Maringá (UEM) é a 6ª melhor universidade estadual do país, consolidando-se como uma das mais respeitadas e conceituadas do Brasil. É o que aponta o indicador oficial de qualidade do ensino superior brasileiro, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/Ministério da Educação), conhecido como Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC).

Os dados do Inep referentes ao ano-base de 2019 também posicionam a UEM como a 2ª melhor estadual do Paraná, atrás apenas da Universidade Estadual de Londrina (UEL). A UEM mantém o conceito 4 desde 2007, considerado de excelência (o máximo é 5).

Tradicionalmente, o IGC é divulgado anualmente pelo Inep em dezembro do ano posterior à análise, mas desta vez foi divulgado na sexta-feira (23/4). No índice de IGC Contínuo, a UEM apresentou ligeiro aumento: de 3,646 em 2018 para 3,648 em 2019.

Como o IGC é calculado? – De acordo com o Inep, para se chegar ao conceito IGC, de 1 a 5, são consideradas: a) a média do Conceito Preliminar de Curso (CPC), considerando o último ciclo do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade); b) a média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu (mestrados e doutorados), atribuídos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) na última avaliação trienal; c) a distribuição dos estudantes entre as diferentes etapas de ensino superior (graduação ou pós stricto sensu). O IGC é um dos componentes que ajudam a definir políticas públicas para o ensino superior.

Saiba mais sobre a UEM

A 6ª melhor universidade estadual do Brasil tem 51 anos de história intimamente ligada à sociedade e com forte tradição em Ensino, Pesquisa e Extensão, com cursos de graduação e pós presenciais e a distância. A UEM mantém parcerias com 60 universidades estrangeiras e continua buscando novas oportunidades. Instituição que não se contenta apenas em repassar conhecimentos, a UEM é prestadora dos mais variados serviços à população e tem sua comunidade científica, competente e reconhecida nacional e internacionalmente, envolvida com pesquisas e inovação.

A UEM contribui para a formação de pessoas em diversas áreas e para o desenvolvimento regional por meio da produção de conhecimentos que partem de sete câmpus no Paraná, nas cidades de Cianorte, Cidade Gaúcha, Diamante do Norte, Goioerê, Ivaiporã, Maringá (sede) e Umuarama. Também há 31 polos de apoio presencial do Núcleo de Educação a Distância (Nead) no Paraná, a Fazenda Experimental de Iguatemi (FEI), a base avançada de pesquisas do Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura (Nupélia) em Porto Rico (PR) e o Complexo de Saúde em Maringá – com o Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM) e outras unidades.

Fonte: Matheus Teixeira/ASC/UEM – Fotos: Divulgação/UEM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *