Vereadores da CPI da Saúde apresentam relatório

 

Em reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde na tarde desta terça-feira (9/6), os vereadores Flávio Mantovani (presidente) e Sidnei Telles (relator), além dos vereadores membros Mário Verri, Alex Chaves e Chico Caiana, apresentaram relatório sobre as dispensas realizadas pela Secretaria da Saúde nos últimos meses, objeto a ser investigado pela CPI após fala do secretário Jair Biatto afirmando que o Executivo chega a pagar até três vezes mais do que o mercado privado por produtos em geral.

Conforme relatório apresentado, foi realizado pelos vereadores membros da CPI e também por servidores da Câmara convocados para assessoramento, um levantamento de 34 dispensas de licitações disponíveis no Portal da Transparência da Prefeitura de Maringá; além de material contendo especificações por tipo de implementação: aquisição de EPI’s, assistência social, alimentação, infraestrutura, material de uso exclusivo hospitalar, entre outros; e ainda levantamento do custo unitário pago pela Prefeitura de Maringá versus Custo de Mercado.

Entre os vários itens levantados pelo relatório, há comparativos de preços entre Maringá e outras cidades. O preço de uma marmitex, por exemplo, foi de R$ 12,28 para a Prefeitura de Maringá, sendo pago R$ 15,96 na Assembleia Legislativa do Paraná, R$ 9,70 na Prefeitura de Alpinópolis e R$ 10 na Prefeitura de Fortaleza de Minas.

Uma máscara em tecido, usada especialmente agora no momento de pandemia, foi adquirida por R$ 1,85 em Maringá, produto idêntico que custa R$ 5,90 na Enrolado Tecidos, R$ 6,30 nas Lojas Americanas e R$ 3,98 na Shoptime. A cesta básica que o Executivo adquiriu a R$ 72,03 durante esta crise custa R$ 66,90 na QualyCestas, R$ 49,99 nas Americanas e R$ 84,45 na Magazine Luiza.

NO PRAZO
Em um primeiro momento, a CPI solicitou uma série de documentações à Prefeitura de Maringá, que ainda não se manifestou, estando, porém, ainda no prazo de 15 dias exigido por lei. A comissão tem 90 dias para apresentar conclusões, podendo ser prorrogada por mais 45 dias. A próxima reunião está marcada para a terça-feira do dia 16 de junho, às 15 horas, no plenário da Câmara de Maringá.

 Fonte: Assessoria de Imprensa – Foto: Marquinhos Oliveira/CMM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *