Voluntários, artistas urbanos pintam a Casa do Índio

A Casa do Índio ganhou a estrutura atual no antigo Colégio Machado de Assis (Estrada Guaiapó). O local comporta até 50 pessoas

A Casa do Índio de Maringá está recebendo pintura e imagens produzidas por artistas locais, voluntários do projeto Conecta, desenvolvido pelo Sistema Municipal de Atendimento Socioeducativo, órgão da secretaria Municipal de Assistência Social (SAS). As pinturas expressam traços da cultura indígena.

Os índios utilizam a casa em seus deslocamentos constantes entre as cidades do Paraná para a comercialização de artesanato. A casa é um local seguro e confortável para que eles permaneçam enquanto estão em Maringá. Foi na gestão Ulisses Maia que a Casa do Índio ganhou a estrutura atual, na Estrada Guaiapó (antigo Colégio Machado de Assis). O local comporta até 50 pessoas.

Conecta

 A criação do projeto Conecta foi uma solicitação do Ministério Público para atender jovens apreendidos por pichação. O objetivo é ressignificar valores e promover o fortalecimento de vínculos a partir da arte.

O projeto teve início com ações junto aos jovens, transformando-os em protagonistas por meio de oficinas de grafite junto a crianças e adolescentes em situação de risco e ato infracional.

Hoje o Conecta conta com a parceria com vários artistas urbanos da cidade que desenvolvem ações e também oficinas em várias unidades da Prefeitura e ONGs. Entre os artistas que apoiam a ação, estão Deilton Rodrigues (DRS), Henrique (Rique), Renan (Renans), Giovani (Bronka), Lucas (Lukas Loko) e Fábio Dias (Brejo).

A proposta dos artistas é realizar uma oficina com as crianças e adolescentes indígenas.

Fonte: Diretoria de Comunicação/Siacom – Fotos: Divulgação/PMM.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *