Alunos da UEM vencem o Prêmio Sinduscon Academias

Vice-Reitor da UEM, Ricardo Dias Silva e o professor-orientador Sandro Lautenschlager, com os acadêmicos Bruno Cézar do Nascimento, Andressa Eduarda Sorian e Evandro Junior Rodrigues, do mestrado de Engenharia Civil, da UEM.
Acadêmico Otávio Augusto Ruckstadter, do curso de Engenharia Civil, da Uningá e o professor-orientador Ricardo Cardoso Oliveira.

O Prêmio Sinduscon Academias, teve 14 trabalhos inscritos em sua quinta edição. A modalidade fez parte da 10ª edição do Prêmio Sinduscon 2019, e busca estimular a reflexão, criatividade e aplicabilidade dos conhecimentos na produção de resultados para as empresas da construção civil.

O primeiro lugar, que ganhou R$ 2.000,00, foi para os acadêmicos Bruno Cézar do Nascimento, Andressa Eduarda Sorian e Evandro Junior Rodrigues, do mestrado de Engenharia Civil, da UEM. O tema do trabalho foi ‘Internet das coisas na automação e controle da construção civil: desenvolvimento de um smart sensor para redução dos riscos durante a construção e a operação das edificações’. A orientação do trabalho foi do professor Sandro Lautenschlager.

Em segundo lugar (prêmio de R$ 1.000,00), ficou com Otávio Augusto Ruckstadter, acadêmico do curso de Engenharia Civil, da Uningá. Ele elaborou o trabalho ‘Análise da utilização de isolamento térmico em alvenaria’. O orientador foi o professor Ricardo Cardoso Oliveira.

O foco principal do Prêmio Sinduscon Academias são os cursos das áreas de Engenharia Civil, Arquitetura, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção e Engenharia Química, de instituições de ensino superior da região Noroeste do Paraná, sendo que outros cursos podem se inscrever desde que o setor econômico dos trabalhos sejam as empresas da cadeia produtiva da construção civil.

 Da Redação com Assessoria – Foto: Ivan Amorin/Pólen Imagens

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *