LATAM reinicia operações em Maringá com dois voos diários para Guarulhos

A LATAM começa a operar dia 15 de dezembro, período necessário para as adaptações que serão feitas no aeroporto para receber a empresa, o que inclui instalações específicas, como guichê para venda de passagem. Em princípio, a empresa vai operar com dois voos diários para Guarulhos: segunda a sábado às 10h15 segunda a sexta e domingo às 19h20. - Foto: Reprodução Internet.
O prefeito Ulisses Maia e o superintendente do Aeroporto Regional de Maringá, Fernando Rezende, oficializaram na manhã da sexta-feira, (30/8), o retorno das operações da LATAM na cidade. A solenidade, realizada no Palácio Iguacu, sede do governo estadual, contou com a participação do governador Ratinho Junior, do vice, Darci Piana e de diretores da empresa aérea. Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN/PR.
“Estamos trabalhando para que o Paraná tenha uma malha aérea ampla e moderna, que atenda às demandas de quem quer visitar e investir no nosso Estado. Esta parceria com uma companhia tão importante, que acreditou no potencial do Paraná, certamente contribuirá com os nossos objetivos de desenvolvimento de todas as regiões do Estado”, disse o governador Ratinho Junior. - Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN/PR.
“A modernização do aeroporto passa, também, pela oferta de mais opção de voos para um número maior de destinos e temos buscado ampliar condição para o usuário do transporte aéreo. A volta da LATAM é avanço importante nesse sentido”, afirma o prefeito Ulisses Maia, acrescentando que nova operadora também significa concorrência e tarifas menores. - Foto: Arnaldo Alves/AEN/PR.
O superintendente do aeroporto, Fernando Rezende (foto), explica que negociações com empresas aéreas, como qualquer outro negócio, estão sujeitas a variáveis econômicas, ou seja, a decisão de operar ou não em determinado aeroporto, depende de fatores diversos, entre eles o volume de passageiros. “Demonstramos essa viabilidade à empresa”, afirma. - Foto: Walter Fernandes/Pólen Imagens.

O prefeito Ulisses Maia e o superintendente do Aeroporto Regional de Maringá, Fernando Rezende, oficializaram na manhã da sexta-feira, (30/8), o retorno das operações da LATAM na cidade. A solenidade, realizada no Palácio Iguacu, sede do governo estadual, contou com a participação do governador Ratinho Junior, do vice, Darci Piana e de diretores da empresa aérea.

A LATAM começa a operar dia 15 de dezembro, período necessário para as adaptações que serão feitas no aeroporto para receber a empresa, o que inclui instalações específicas, como guichê para venda de passagem. Em princípio, a empresa vai operar com dois voos diários para Guarulhos: segunda a sábado às 10h15 segunda a sexta e domingo às 19h20.

A retomada dos voos da LATAM representa o desfecho de negociações iniciadas em 2017 por determinação do prefeito Ulisses Maia, que estabeleceu metas à administração do aeroporto, entre elas a busca por novas empresas aéreas com operações regulares em Maringá. Mais voos e destinos para atender crescente demanda pelo uso do modal aéreo.

“A modernização do aeroporto passa, também, pela oferta de mais opção de voos para um número maior de destinos e temos buscado ampliar condição para o usuário do transporte aéreo. A volta da LATAM é avanço importante nesse sentido”, afirma o prefeito Ulisses Maia, acrescentando que nova operadora também significa concorrência e tarifas menores.

“Estamos trabalhando para que o Paraná tenha uma malha aérea ampla e moderna, que atenda às demandas de quem quer visitar e investir no nosso Estado. Esta parceria com uma companhia tão importante, que acreditou no potencial do Paraná, certamente contribuirá com os nossos objetivos de desenvolvimento de todas as regiões do Estado”, disse o governador Ratinho Junior.

O superintendente do aeroporto, Fernando Rezende, explica que negociações com empresas aéreas, como qualquer outro negócio, estão sujeitas a variáveis econômicas, ou seja, a decisão de operar ou não em determinado aeroporto, depende de fatores diversos, entre eles o volume de passageiros. “Demonstramos essa viabilidade à empresa”, afirma.

A própria empresa reconhece o potencial da cidade, cujos indicadores econômicos, em ascensão, demonstram que a operação promete ser bem-sucedida, considerando não apenas a demanda de passageiros, em alta, mas também os investimentos na qualidade da infraestrutura do aeroporto. Serão investidos R$ 81,5 milhões em modernização.

“Fundamental também é reconhecer a participação do governador Ratinho Junior, que nos prometeu reduzir o imposto sobre o combustível de aviação, fundamental para estimular a participação de novas empresas no Paraná e, claro, Maringá. Depois de estudos de sua equipe econômica, essa condição foi criada”, disse o prefeito.

Fonte: Diretoria de Comunicação/PMM – Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *