Maringaense é indicado da CACB para compor Fórum do Ministério da Economia

Marco Tadeu Barbosa é o primeiro maringaense indicado para o cargo
No Fórum, Marco Tadeu Barbosa estará à frente do Comitê Temático de Acesso a Mercados

O vice-presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), Marco Tadeu Barbosa, foi indicado pelo atual presidente da Confederação, George Pinheiro, durante a primeira reunião do Conselho Deliberativo de 2021, para o cargo de Titular do Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, órgão ligado à Secretaria de Desenvolvimento da Industria, Comércio e Serviços e Inovação da Secretaria Especial de Produtividade e Emprego e Competitividade do Ministério da Economia.

Barbosa, que é ex-presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), da Associação Comercial e Empresarial e Maringá (Acim), e empresário do ramo imobiliário em Maringá, é o primeiro maringaense indicado para o cargo. No Fórum, ele estará à frente do Comitê Temático de Acesso a Mercados, destinado a identificar, analisar e propor medidas para facilitar o acesso das micro e pequenas empresas às compras públicas, aos mercados externo e interno, e à cadeia produtiva das grandes empresas.

O presidente da Federação das Associações Comerciais, Industriais, Empresariais e Agropecuárias do Estado de Goiás (Facieg), Sebastião Vieira Sobrinho, foi indicado a suplente do Comitê.

TRABALHO

 O Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte foi criado para gerir o tratamento diferenciado, favorecido e simplificado a esse segmento. Barbosa destaca que muitas vezes essas empresas acham que não podem fazer negócio e vender para os órgãos públicos. A ideia, segundo ele, é facilitar esses processos e buscar mercado interno e externo para as empresas. “O que também vai de encontro ao que tem sido feito nos últimos anos na Faciap: montamos um projeto de internacionalização de empresas que já está bem avançado, e em Maringá o Instituto Mercosul faz isso com muita propriedade. Vai também ao encontro da cadeia produtiva das grandes empresas. Queremos incluir e aproximar essas pontas”, explica.

O novo titular destaca ainda os desafios frente ao momento delicado em função da pandemia do novo coronavírus. “Me senti muito honrado pela indicação. Pelo momento que estamos vivendo temos que buscar outros caminhos, e principalmente dar suporte para as pequenas empresas. Esse é o principal objetivo desse projeto”, diz.

O FÓRUM

 O Fórum é formado por 16 líderes do Sistema CACB, e além do Comitê de Acesso a Mercados, é composto por outros seis comitês temáticos. O grupo deverá participar das reuniões plenárias, ordinárias ou extraordinárias do Fórum.

Fonte: Jornalista Fernanda Bertola/azmagazine.com.br – Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *