Novo Terminal de Cargas começa a ser construído no Porto Alegre Airport

Com obras sob responsabilidade da A.Yoshii Engenharia, Fraport Brasil planeja investir mais de R$ 50 milhões e gerar 150 empregos diretos e indiretos
“Planejamos, para o pico desta obra, gerar quase 200 empregos, priorizando fornecedores e mão de obra local”, declara o presidente do Grupo, Leonardo Yoshii (foto).
Segundo a presidente da Fraport Brasil – Porto Alegre, Andreea Pal (foto), “o novo TECA Internacional exercerá papel fundamental para alavancar a logística no Rio Grande do Sul”.

Uma boa notícia em meio à pandemia do novo coronavírus, que tem impactado o setor aéreo em todo o mundo: Porto Alegre vai ganhar um novo Terminal de Cargas Internacional (TECA). A construção, iniciada no mês passado, pela A.Yoshii – empresa com 55 anos de experiência no mercado, terá investimento de R$ 50 milhões entre fundação, infraestrutura, superestrutura, cobertura, instalações hidrossanitárias, elétricas e complementares.

A construtora atua em diversas regiões do Brasil em segmentos corporativos como construções industriais, usinas sucroalcooleiras, edifícios corporativos, centros de distribuição, escolas e universidades. “Para nós é uma satisfação desenvolver este projeto junto com a Fraport, um dos principais players do setor global de aeroportos. Já realizamos obras relevantes no estado do Rio Grande do Sul e agora iniciamos mais um projeto de grande importância para a A.Yoshii Engenharia. Alinhados com os mesmos objetivos do cliente, estamos empenhados em cumprir mais este projeto com as características A.Yoshii: cumprimento rigoroso dos prazos acordados e padrão diferenciado de qualidade”, ressalta o presidente do Grupo, Leonardo Yoshii.

Para a ampliação do novo Terminal de Cargas Internacional em Porto Alegre, a Fraport Brasil, subsidiária da Fraport AG Frankfurt Airport Services Worldwide, uma das principais administradoras de aeroportos, prevê uma área de 10.615 m² – quase o dobro da atual em funcionamento – com amplo espaço que possibilita maior verticalização de produtos e ganhos de capacidade de armazenamento e processamento de cargas. Além dos 237 empregos diretos já existentes no Porto Alegre Airport, o projeto gerará uma média de 150 novos empregos diretos e indiretos.

“Planejamos, para o pico desta obra de 12 meses, gerar quase 200 empregos, priorizando fornecedores e mão de obra local. Desta forma, cuprimos um de nossos propósitos de gerar oportunidades localmente, tomando os devidos cuidados e disponibilizando as condições de higiene e segurança necessárias a todos neste momento de pandemia”, completa Leonardo Yoshii.

Segundo a presidente da Fraport Brasil – Porto Alegre, Andreea Pal, “o novo TECA Internacional não faz parte das obrigações do nosso contrato de concessão com a Agência Nacional de Aviação Civil, mas exercerá papel fundamental para alavancar a logística no Rio Grande do Sul, o que certamente acreditamos, apesar do cenário atual gerado pela Covid-19”.

Fonte: Central Press – Fotos: Divulgação/Fraport Brasil e Arquivo/AaZ Magazine

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *