Procon de Maringá libera fundo de R$ 600 mil para apoiar educação financeira de estudantes

Procon de Maringá libera fundo de R$ 600 mil para apoiar educação financeira de estudantes
Técnicos do Procon e Codem durante reunião para discussão do projeto de Educação Financeira

O Procon de Maringá liberou valor que pode chegar a R$ 600 mil do Fundo Municipal de Defesa do Consumidor, para impressão de material didático e capacitação de professores em Projeto de Educação Financeira. A coordenadora do Procon, Patricia Parra, explica que o apoio viabiliza a distribuição de livros para crianças do 1º ao 9º ano das instituições públicas (municipal e estadual) e privadas do Município.

A solicitação da verba foi feita por meio das câmaras técnicas de Educação e Financeira do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Codem). O órgão é um dos parceiros da Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef), Ministério da Educação e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) no desenvolvimento de projeto de educação financeira em Maringá.

De acordo com Patricia Parra, o Fundo Municipal de Defesa do Consumidor é composto pela arrecadação proporcionada pelo pagamento de multas em Maringá pelo Procon. A coordenadora explica que o projeto de educação financeira contribui para a formação de indivíduos mais independentes e conscientes e que podem ter uma vida mais digna.

“A educação financeira leva o conhecimento aos indivíduos. O conhecimento é libertador e permite que os jovens, os futuros cidadãos e administradores deste país, dimensionem o valor do dinheiro e dos produtos s serviços. São informações que eles levarão para suas vidas pessoais e profissionais”, enfatiza.

Fonte: Diretoria de Comunicação – Foto: Divulgação/PMM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.