Reforma administrativa é aprovada pela Câmara de Vereadores

Legislativo aprova Reforma Administrativa no município de Maringá
Secretário de Fazenda, Orlando Chiqueto: boa arrecadação mantém investimentos

A Câmara de Vereadores de Maringá aprovou a reforma administrativa na Prefeitura de Maringá. Em terceira votação, projeto de lei 2031/2020, de autoria do Executivo, foi aprovado por dez votos. Aprovação definiu criação de secretarias municipais. Como:

  • de Inovação, Turismo, Aceleração Econômica e Comunicação (Siacom);
  • de Trabaho e Renda;
  • de Compliance e Controle;
  • de Limpeza Urbana (Selurb);
  • de lnfraestrutura (Seinfra);
  • de Assuntos Metropolitanos e Institucionais (Ametro);
  • de Juventude e Cidadania (Sejuc).

As três primeiras têm relações entre impulsionar a economia e aumentar transparência da gestão. O que visa ampliar o desenvolvimento da cidade. Já a atual Secretaria de Serviços Públicos (Semusp) foi desmembrada entre Selurb e Seinfra.

O Orçamento para 2021 foi aprovado, com valor de R$ 1.833.010.643,00, aumento maior que 4% em relação a 2020. Apesar da pandemia de coronavírus, secretário da Fazenda Orlando Chiqueto, cita boa arrecadação de impostos que colaboraram para manter contas municipais em dia e fazer investimentos.

Também foram aprovados pelos vereadores Plano Plurianual, a Lei de Diretrizes Orçamentárias e o Regime Próprio de Previdência do Município de Maringá.

Outro destaque para 2021 será o novo programa Maringá Juro Zero. Aprovado pelo Legislativo, projeto do Executivo é cumprimento de uma proposta de campanha do prefeito Ulisses Maia. Programa foi debatido em reuniões do Plano de Retomada Econômica e Social de Maringá, numa integração de ações de segmentos diferentes contra o coronavirus.

Saiba mais sobre o Juro Zero em:
https://azmagazine.com.br/com-%e2%80%b2juro-zero%e2%80%b2-gestao-reafirma-estimulo-a-geracao-de-emprego-e-renda/

Fonte: Diretoria de Comunicação – Fotos: Marquinhos Oliveira/CMM e Aldemir de Moraes/PMM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *