COCARI: Cooperativa completa 60 anos de história

COCARI: Cooperativa completa 60 anos de história
A cooperativa é formada por mais de 70 unidades, localizadas nos estados do Paraná, Goiás e Minas Gerais

No dia 7 de fevereiro, a Cocari chegou aos 60 anos de fundação, um marco conquistado pelo intenso trabalho das famílias cooperadas e colaboradores. Somente em 2021, a cooperativa apresentou faturamento recorde de R$ 4,7 bilhões. No último ano, pela primeira vez, a Cocari alcançou um milhão de toneladas em recebimento de soja.

O presidente da cooperativa, Marcos Antonio Trintinalha, comentou o sucesso alcançado pela Cocari ao longo desse tempo. “Essas conquistas vêm sendo compartilhadas com todos que trabalham diariamente para obter uma produtividade cada vez maior em nossas atividades, com excelente qualidade dos resultados entregues, e que confiam na seriedade de nosso trabalho, fortalecendo, dessa forma, não só a cooperativa, mas todo o quadro social. Faço o convite aos produtores para que venham se cooperar e nos tragam ideias, porque vamos ouvir e tentar fazer aquilo que for melhor para a Cocari e todos os seus cooperados”, disse.

A história da Cocari foi construída pela persistência das pessoas que dela fazem parte.  Na década de 1960, no auge da produção de café da região norte do Paraná, um grupo de 20 agricultores se organizou para buscar melhores condições de comercialização, liderados pelo Oripes Rodrigues Gomes. Foi assim que, em 7 de fevereiro de 1962, nasceu a Cooperativa dos Cafeicultores de Mandaguari (Cocari). Oferecendo propostas mais atrativas e segurança aos agricultores, a cooperativa diversificou seus serviços e expandiu sua área de atuação.

Nas décadas seguintes, foram realizadas sucessivas aberturas de entrepostos e ocorreu a expansão para a região do Cerrado. Já nos anos de 1990, transformações no cenário político e econômico nacional geraram instabilidade, exigindo cautela nos investimentos da cooperativa.  A Cocari chegou ao ano 2000 com uma nova Diretoria, que implantou um plano de reestruturação, que previa a expansão para o setor agroindustrial.

No mesmo dia em que completava 42 anos de sua fundação, em 7 de fevereiro de 2004, a cooperativa decidiu pela mudança da sua razão social, passando a ser Cocari – Cooperativa Agropecuária e Industrial. Dessa forma, sua denominação abrangeria uma parcela maior das atividades agrícolas, em que a Cocari já atuava.

A partir de 2009, investimentos foram feitos na modernização e ampliação de entrepostos; inauguração de unidades; retomada das atividades em Goiás e diversificação da atuação da cooperativa, por meio do Fomento à Avicultura, com a construção da Unidade Industrial de Aves e da Fábrica de Rações para Aves. Em 2015, a Cocari assinou um acordo de intercooperação com a Cooperativa Central Aurora Alimentos, tornando-se uma de suas filiadas. Atualmente, a Cocari segue trabalhando na Integração Avícola, fomentando os produtores integrados, enquanto a Aurora realiza o abate e a comercialização da produção.

Em 2021, a cooperativa assumiu em regime de concessão, por 30 anos, a Unidade de Beneficiamento de Pescados em Alvorada do Sul-PR e implantou o Projeto de Integração à Piscicultura, viabilizando a diversificação da renda na propriedade dos cooperados, com a engorda de tilápias. A partir deste ano, a produção abatida será comercializada pela Aurora Alimentos.

Estrutura da Cocari 

Atualmente, a cooperativa é formada por mais de 70 unidades, localizadas nos estados do Paraná, Goiás e Minas Gerais. São estruturas de recebimento, armazenagem e comercialização de grãos e lojas agropecuárias que oferecem amplo portfólio e consultoria técnica especializada, farmácia veterinária, máquinas e implementos agrícolas. Mais de 2.000 profissionais formam o seu quadro de colaboradores, trabalhando em sinergia com mais de 9.400 cooperados.

O ano de 2021 foi marcado por condições climáticas desfavoráveis à realização das atividades no campo. Foi registrada estiagem em Goiás, Minas Gerais e Paraná, onde também houve geadas e chuva de granizo. A esses desafios somaram-se questões relativas à saúde da população e economia do país. Apesar disso, a Cocari continuou crescendo e alcançou importantes conquistas. No aspecto estrutural, a cooperativa realizou investimentos de R$ 84.684,067. Entre as unidades que receberam melhorias estão: Cristalina I e II (GO), Santo Antônio do Rio Verde, distrito de Catalão (GO), Borrazópolis (PR), Kaloré (PR), São Pedro do Ivaí (PR), São José, distrito de Jandaia do Sul (PR), Itambé (PR), Rio Branco do Ivaí (PR) e Rosário do Ivaí (PR), as Fábricas de Rações e Fiação de Algodão, as Unidades de Beneficiamento de Sementes (UBS) e de Café, do Paraná e do Cerrado.

Também foi inaugurada a segunda unidade no município de Imbituva (PR) e reinaugurada a loja da Unidade de Campo Alegre de Goiás (GO) para disponibilizar melhor atendimento aos seus cooperados e produtores. Ainda em 2021, a cooperativa adquiriu o armazém do antigo IBC – Instituto Brasileiro de Café, em Mandaguari-PR, que já vinha sendo utilizado para armazenagem e que passou a compor o patrimônio da Cocari.

Outras importantes conquistas

Mil nascentes restauradas – O Projeto Olho D’Água, uma das ações de preservação ambiental promovidas pela cooperativa, comemorou, em 2021, o marco de 1.000 nascentes restauradas. A iniciativa recupera minas nas propriedades dos cooperados, preservando recursos hídricos, fauna e flora.

Linha Éfforos – No último ano, a Cocari lançou uma linha própria de produtos para Nutrição Vegetal e Tecnologia de Aplicação, a linha Éfforos. Seus produtos nutricionais complementam os teores de nutrientes essenciais para que a planta alcance seu estágio de maturação e obtenha maior produtividade, e estimula um maior engalhamento das plantas, auxilia no pegamento de flores e retenção de frutos. Por meio das soluções de tecnologia de aplicação, a linha Éfforos contribui com a compatibilidade de calda e redução de deriva e espuma, conferindo segurança e qualidade às pulverizações agrícolas.

Lojas Tratornew e Tratorcase – A Cocari adquiriu lojas de máquinas agrícolas, sendo seis lojas da Tratornew, da marca New Holland, com atuação no Norte Pioneiro e Campos Gerais do Paraná, e oito da Tratorcase, da marca Case, com atuação nas regiões Central e Centro-Sul, Campos Gerais e região metropolitana de Curitiba.

Pecuária – Em 2021, foram consolidadas as operações do Departamento Veterinário (Devet) nos estados de Goiás e Minas Gerais, com um quadro de quatro médicos veterinários e, no Paraná, com sete profissionais. Foi lançado também o Projeto de Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF), com aproximadamente de 8.000 matrizes bovinas de corte e de leite, no Paraná e no Cerrado.

Avicultura – Registrou-se o abate de 41.985.796 aves, o que representou um movimento econômico de R$ 460.815.364,95, nos 26 municípios com aviários. Na integração Cocari/Aurora, a cooperativa trabalhou com 256 aviários em produção.

Fábrica de Rações – Foi consolidada a marca própria de rações de peixes na região oeste do Paraná, local de concentração dos maiores e mais tecnificados piscicultores do estado. O fornecimento de produtos a granel e em bigbags otimizou os processos de produção e transporte, principalmente para os piscicultores integrados da Cocari.

Fiação de Algodão – A Fiação Cocari completou 35 anos de atuação e, mesmo com as altas do algodão em pluma e das fibras de poliéster, a indústria obteve excelente volume de produção durante o último ano, tendo alcançado recorde de produção, de aproximadamente 800 toneladas/mês. Para 2022, foi aprovada a aquisição de novos equipamentos destinados à fabricação de fios open-end, que viabilizará a produção de 1.000 toneladas/mês.

COCARI: Cooperativa completa 60 anos de históriaA Cocari reconhece o papel de cada cooperado e colaborador que escreve a nossa história, com determinação diante dos desafios e vontade se fazer acontecer. Juntos, já chegamos a 60 anos de contribuição para o desenvolvimento das comunidades em nossa área de atuação, uma conquista que certamente será renovada por muitos anos mais.

Fonte: Amanda Tostes/Grupo C7 Comunicação
Foto: Divulgação/Cocari.