Encontro virtual reúne setor imobiliário para discutir o mercado no Paraná

Participaram do bate-papo virtual membros da diretoria do Secovi-PR de todo o estado
Secovi e Inpespar promoveram a Live "“Panorama e soluções do mercado imobiliário do Estado do Paraná”
Para o presidente do Secovi-PR, Luiz Antonio Langer, “na maior parte do estado, é consenso que o mercado imobiliário é a bola da vez”
Para o presidente do Inpespar, Jean Michel Galiano, "o preço acumulado dos imóveis residenciais nos últimos 12 meses teve aumento de 5,49%"
De acordo com o vice-presidente do Secovi/PR, na região Noroeste, Reginaldo Lamin, “muitos clientes se decepcionaram com o mercado financeiro e estão voltando a investir em imóveis, além também da redução de taxas de juros e crédito favorável”

Bate-papo gerou análises e perspectivas; evento foi aberto ao público

 O Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar), integrante do Sistema Secovi-PR, promoveu a live “Panorama e soluções do mercado imobiliário do Estado do Paraná”. Aberto a todo o mercado imobiliário, o encontro foi transmitido pelo canal do Sindicato da Habitação e Condomínios do Paraná (Secovi-PR) no Youtube.

Participaram do bate-papo virtual membros da diretoria do Secovi-PR de todo o estado. O evento também contou com o economista-chefe da TM3 Capital e professor titular de Economia na Universidade Positivo, Lucas Dezordi.

Na oportunidade, o presidente do Inpespar, Jean Michel Galiano, ressaltou que o setor já vinha se fortalecendo entre o fim de 2018 e início de 2019, quando houve aumento nas vendas. Para ele, esse movimento, somado a uma maior oferta de crédito imobiliário, tornou melhores as perspectivas do setor em relação a outros.

“Comparando junho desse ano com junho de 2018, tivemos aumento de 76,9% na negociação de terrenos. Sinal de crença no processo imobiliário. Junto a isso, houve forte crescimento na abertura de crédito imobiliário”, disse Galiano. Ele acrescentou que o preço acumulado dos imóveis residenciais nos últimos 12 meses teve aumento de 5,49%.

O agronegócio é um dos responsáveis pelos resultados. O presidente do Secovi-PR, Luiz Antonio Langer, explicou que a alta do dólar favoreceu os produtores de soja paranaenses, que estão investindo. “Isso gera compra de imóveis na capital, no interior e investimento em propriedades”. Além disso, há um movimento de pessoas comprando em condomínios de chácaras, por exemplo, buscando uma vida mais tranquila. “Na maior parte do estado, é consenso que o mercado imobiliário é a bola da vez”, destacou.

De acordo com o vice-presidente do Secovi/PR, na região Noroeste, Reginaldo Lamin, as imobiliárias de Maringá sofreram maior impacto em março e abril, mas com a disposição dos proprietários em flexibilizar as negociações, as vendas estão melhorando. “Muitos clientes se decepcionaram com o mercado financeiro e estão voltando a investir em imóveis, além também da redução de taxas de juros e crédito favorável”, pontuou.

Na visão do professor e economista Lucas Dezordi, para que a economia como todo se recupere, o setor da construção civil tem papel importante. “A economia não pode pensar uma retomada caso não crie um ciclo de recuperação e fortalecimento do setor da constrição civil, além de melhorar a capacidade de investimento, possibilitando também combater o desemprego e déficits habitacionais.”

Foram abordados ainda os temas de locação e cenário econômico brasileiro. O bate-papo está disponível no link: www.youtube.com/watch?v=wSGdBb5i2fM.

Fonte: Jornalista Fernanda Bertola/Especial para AaZ Magazine – Fotos: Divulgação/Secovi/PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *