Gabinete de Gestão de Crise coordena mais de 400 pessoas para restabelecer a normalidade em Maringá

Gabinete de Gestão de Crise coordena mais de 400 pessoas para restabelecer a normalidade em Maringá
Equipes da Prefeitura aceleram o trabalho de retirada de galhos e árvores das ruas de Maringá
Gabinete de Gestão de Crise coordena mais de 400 pessoas para restabelecer a normalidade em Maringá
Ivan Quartaroli

O Gabinete de Gestão de Crise criado pela Prefeitura de Maringá é formado por representantes da Secretaria de Mobilidade Urbana, Secretaria de Limpeza Urbana, Secretaria de Segurança Pública, Secretaria de Infraestrutura, Copel, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e demais secretarias municipais. O objetivo é organizar as equipes de trabalho, divididas em várias frentes para desobstruir as ruas da cidade.

O prefeito Ulisses Maia está coordenando todas as estratégias das ações e o gabinete de gestão de crise é coordenado por Ivan Quartaroli, também secretário de Segurança Pública do município, na operacionalização das equipes.

Gabinete de Gestão de Crise coordena mais de 400 pessoas para restabelecer a normalidade em MaringáMais de 400 pessoas estão envolvidas, diretamente, nas ações em toda a cidade, sendo 7 equipes da Secretaria de Limpeza Urbana, 5 da guarda municipal e 5 da Secretaria de Mobilidade Urbana, além da Copel e Defesa Civil. Equipes estão nos bairros distribuindo lonas para os moradores que tiveram as casas destelhadas.

Gabinete de Gestão de Crise coordena mais de 400 pessoas para restabelecer a normalidade em MaringáOs trabalhos estão sendo feitos, primeiramente, nas vias de grande fluxo, dentre as que foram mais afetadas e apresentam maiores pontos de bloqueio. As equipes estão trabalhando desde às 4h da madrugada e não haverá paralisação até o atendimento de todas as chamadas.

Em casos mais graves, a população deve acionar o Corpo de Bombeiros, pelo 192 e 193. Em casos de menor gravidade, a população deve acionar a Ouvidoria, pelo 156 ou a Guarda Municipal, pelo 153. Em vários pontos da cidade não há o acesso à internet, o que dificulta a comunicação. A colaboração e compreensão de todos neste momento é importante, principalmente na remoção de pequenos galhos que estão obstruindo as vias. Mas, nos casos em que há fios elétricos caídos, a população deve aguardar a chegada dos técnicos da Copel.

Segundo o Instituto Simepar, durante a madrugada deste sábado a passagem de uma frente fria provocou rajadas de vento de até 79,9 km/h. Também houve muitas descargas elétricas e chuva de granizo em algumas regiões do Paraná. Foi um dos piores temporais dos últimos anos, o que provocou a queda de árvores e fios elétricos. Por isso, motoristas, motociclistas e pedestres devem redobrar os cuidados ao passar pelas vias da cidade.

Contatos para caso de queda de árvore, destelhamento ou situações que ofereçam risco:
• Ligue 193;
• App Ouvidoria 156 Maringá;
• Defesa Civil (44) 99103-8319;
• Copel para falta de energia elétrica: 0800 51 00 116 e WhatsApp (41) 3013-8973.

Fonte: Dirceu Herrero/Secom.
Fotos: Mileny Melo/PMM.