Hemocentro Regional de Maringá recebe moderna unidade móvel para coleta de sangue

Veículo foi adaptado por uma empresa especializada para proporcionar qualidade no atendimento aos doadores

O Hemocentro Regional de Maringá, serviço de hemoterapia do Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM), recebeu no último sábado (17) um novo ônibus que foi adaptado para funcionar como uma unidade móvel de coleta de sangue e cadastro de doadores de medula óssea. O veículo conta com modernos sistemas de atendimento, com 4 poltronas e tem capacidade de realizar até 3.000 doações por mês. Além disso, também está adaptado para portadores de necessidades especiais.

A unidade auxiliará significativamente na manutenção dos estoques de sangue, pois essas coletas descentralizam o atendimento, facilitando a efetivação da doação para aqueles que têm dificuldade de deslocamento até a unidade central e inclusive promovendo a fidelização do doador. Desde 2001 o Hemocentro realiza coletas com uma unidade móvel adaptada. Até o ano passado foram realizadas 1.061 coletas externas e coletadas milhares de bolsas de sangue.

Para a aquisição deste novo ônibus, em meados de 2017, com auxílio do Rotary Club de Maringá, a diretoria do Hemocentro desenvolveu um projeto para captar recursos financeiros, e o repasse foi aprovado por meio de um termo de convênio assinado pelo deputado Ricardo Barros, que na época ocupava a posição de Ministro da Saúde. “O veículo dá a oportunidade para aqueles que querem ser doadores. Também será uma grande ferramenta para assegurar a manutenção dos estoques de sangue. A unidade era uma antiga reivindicação da área da hemoterapia e, com certeza, ajudará a salvar muitas vidas”, destaca Barros.

O novo veículo foi projetado por uma empresa especializada e conta com os mais modernos recursos, equipamentos, mobiliário personalizado, construídos seguindo critérios funcionais de ergonomia e garantindo uma operação inteligente e funcional. Além do cumprimento das normas legais, no ônibus foi instalado um “Sistema de Combate Ativo de Microorganismos no ar e nas Superfícies” que elimina 99,99% das bactérias e o Covid-19. A previsão é que comece a funcionar nos próximos meses assim que todos os processos e sistemas forem validados pela equipe técnica-operacional.

Segundo a diretora do Hemocentro, Márcia Regina Momesso, as coletas serão realizadas dentro da área de abrangência que atualmente compreende os municípios da 15ª Regional de Saúde. “Há anos o Hemocentro vem pleiteando uma unidade, com novo chassi, carroceria e equipamentos modernos propiciando à equipe e aos doadores de sangue maior conforto e segurança”, ressalta.

Márcia ainda destaca que com toda a estrutura que a unidade dispõe será possível realizar um serviço de qualidade como a população merece e fazer o deslocamento da equipe para alguns municípios mais distantes promovendo a doação de sangue a comunidades que não teriam acesso a esses serviços. “Agradecemos a todos aqueles que de forma direta ou indireta se envolveram para concretizar o projeto. A iniciativa vai nos auxiliar na manutenção dos estoques e contribuir para salvar vidas, ampliar o número de doadores habituais e inserir no cotidiano da comunidade reflexões sobre conceitos de saúde e responsabilidade social”.

A nova unidade móvel de coleta do Hemocentro de Maringá é única no Paraná e provavelmente no Brasil, em termos de adequações, inovações e estrutura.

Fonte: Fábio Carlucci/ASC/UEM – Foto: Divulgação/UEM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *