Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor

Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor
Apresentação teve prestação de contas do Ipplam
Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor
Prefeito Ulisses Maia fez sugestões para o Plano Diretor
Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor
Presidente do Ipplam, arquiteta Bruna Barroca: organizando a cidade para a próxima década
Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor Ipplam apresenta diagnóstico do Plano Diretor
Vereador Sidnei Telles comentou o crescimento da cidade

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá (Ipplam), apresentou na tarde de segunda-feira (2), o diagnóstico do Plano Diretor para o prefeito Ulisses Maia. O Plano Diretor passará por audiências públicas. Após o término, no final do ano, será votado pela Câmara de Vereadores. “Pelo que vi no diagnóstico, teremos um excelente Plano Diretor”, avaliou Ulisses Maia. “É uma satisfação termos criado o Ipplam. Vamos fortalecer o Instituto cada vez mais”.

O prefeito assistiu a apresentação, realizada durante prestação de contas do instituto. Ele fez anotações, muitas perguntas e sugestões sobre a verticalização da cidade, Zonas Especiais de Interesse Social (Zeis), loteamentos, fundo de vale, vazios urbanos, entre outros. O diagnóstico tem quase mil páginas e agora será apresentado para as secretarias municipais antes de ser levado para as audiências.

De acordo com a diretora-presidente do Instituto, arquiteta Bruna Barroca, as normas de uso e ocupação do solo seguem os objetivos sustentáveis da Organização das Nações Unidas (ONU). A aplicação das ações definidas no Plano Diretor melhora a qualidade de vida do maringaense. Entre esses aspectos estão a gestão democrática participativa, descentralizada e transparente; variedade cultural; iniciativas integradas entre o público e o privado; desenvolvimento sustentável; programas sociais melhorando a vida de pessoas de baixa renda e em vulnerabilidade social; entre outros.

O QUE – O Plano Diretor segue quatro etapas: mobilização e proposta metodológica; análise temática integrada ou do diagnóstico; diretrizes e proposições; legislação e implementação. Será base para o desenvolvimento da cidade na próxima década e fundamental para ratificar Maringá como a melhor cidade para se viver no Brasil.

Participaram da apresentação o vice-prefeito Edson Scabora, os secretários municipais Gilberto Purpur (de Mobilidade Urbana), Orlando Chiqueto (de Fazenda), Hércules Kotsifas (de Governo), Estevão Palmieri (de Urbanismo e Habitação), o vereador Sidnei Telles, diretores, servidores, entre outros.

• Confira o site do Ipplam: https://www.ipplam.com/

Fonte: Andye Iore/Siacom – Fotos: Mileny Melo/PMM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.