Maringá é selecionada em projeto nacional de desenvolvimento sustentável

A cidade foi inscrita pela equipe do IPPLAM - Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Maringá
Os recursos obtidos, a serem gerenciados pelo próprio IPPLAM, contribuirão para a implementação do Sistema Único de Informações - SUI, em estudo pela entidade
O projeto foi apresentado e será liderado no IPPLAM por sua Diretora-Presidente, a Arquiteta e Urbanista Bruna Barbosa Barroca
Maringá foi selecionada, em nível nacional, para participar da segunda etapa do processo de mentoria e capacitação em instrumentos para o desenvolvimento urbano sustentável do Projeto de Apoio à Agenda Nacional de Desenvolvimento Urbano Sustentável no Brasil (Projeto ANDUS). Foram 126 propostas, das quais 118 consideradas válidas e 10 selecionadas, entre elas um projeto da Prefeitura de Maringá. Os municípios selecionados serão adicionados a um grupo preexistente de 6 municípios-piloto.

O projeto será desenvolvido com cinco eixos, sendo quatro temáticos e o último integrador: agenda ambiental nas cidades; financiamento do desenvolvimento urbano sustentável; macrozoneamento para ordenamento territorial, regularização fundiária e prevenção de assentamentos irregulares; verticalização na ocupação e uso do solo urbano e elaboração e revisão de planos diretores.

Maringá foi inscrita pela equipe do IPPLAM – Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano, por meio do eixo “financiamento do desenvolvimento urbano – mecanismos de finanças municipais variados e inovadores para financiamento da urbanização”. O Projeto ANDUS contava com dois requisitos principais para seleção: iniciativas lideradas por mulheres e a qualidade da proposta apresentada pela cidade candidata. No caso de Maringá, o projeto foi apresentado e será liderado no IPPLAM por sua Diretora-Presidente, a Arquiteta e Urbanista Bruna Barbosa Barroca.

Além disto, de acordo com o regulamento do projeto, “as propostas foram avaliadas dentro dos critérios e premissas de inclusão e equilíbrio entre todas as realidades presentes de tipologias de municípios, biomas, e regiões geográficas do Brasil”.

Na segunda-feira (17), o prefeito Ulisses Maia fez questão de parabenizar a arquiteta. “Foi uma iniciativa importantíssima. Trabalho de equipe que coloca nossa cidade mais uma vez no cenário nacional com ótimos projetos de desenvolvimento sustentável”, destacou.

A proposta elaborada pelo Instituto busca a capacitação para se obter mecanismos voltados ao desenvolvimento de finanças municipais variadas e inovadoras que permitam fomentar o desenvolvimento urbano sustentável. Os recursos obtidos, a serem gerenciados pelo próprio IPPLAM, contribuirão para a implementação do Sistema Único de Informações – SUI, em estudo pela entidade, e permitirá o gerenciamento das variáveis que interferem no processo de planejamento da cidade.

“Deste modo, será possível a aplicação dos recursos de forma otimizada e criativa para que o modelo tão valioso de cidade, pensado inicialmente, continue sendo possível. Por meio deste processo, conseguiremos identificar de forma mais precisa as necessidades existentes nas diferentes regiões do município e atuar para reduzir as variadas desigualdades existentes, mantendo e melhorando a qualidade de vida da população maringaense”, explica Bruna Barroca.

O Projeto ANDUS é uma iniciativa de cooperação técnica executado pelo Ministério de Desenvolvimento Regional e Ministério do Meio Ambiente em parceria com o Ministério Alemão do Meio Ambiente, Proteção da Natureza e Segurança Nuclear, apoiado pelo Ministério Alemão do Interior para Construção e Pátria e implementado por meio da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit GmbH. Faz parte da Iniciativa Internacional para o Clima. O objetivo é capacitar os municípios e propiciar ambiente voltado à troca de experiências e de aprendizado colaborativo visando a implantação de instrumentos inovadores que possam apoiar a construção da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano (PNDU).

Fonte: Diretoria de Comunicação/Siacom – Fotos: Divulgação/PMM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *