Maringá Encantada espera 1,5 mi de visitantes para movimentar economia

Estima-se que 1,5 milhão de pessoas visitem Maringá até dia 6 de janeiro, fim das festividades.
Vereador Mário Hossokawa, presidente da Câmara de Vereadores de Maringá: "É um investimento que o município está fazendo para atrair pessoas de outras cidades. Isso beneficia o comércio, que vende mais. Dá um tom de alegria para a nossa cidade. Eu fico muito feliz com a forma como a prefeitura está fazendo",
Deborah Kemmer, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel): "Maringá recebe turistas de cidades vizinhas e outros estados para o turismo de negócios e entretenimento. O bom disso é que os bares, restaurantes, hotéis, comércio em modo geral, ganham. Estimular o turismo é estimular o desenvolvimento do comércio na cidade. É gerar renda para todos".
Michel Felippe, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá - Acim: "A Maringá Encantada contribui para a geração de negócios. Ela atrai pessoas de cidades vizinhas da região para comprar. O comércio em geral acaba vendendo mais e tem outros benefícios, como aumenta a arrecadação de impostos e a geração de empregos temporários".

 

A economia local ganha estímulo adicional a partir desta sexta, 15, com o início das atividades do Natal. O projeto ′Maringá Encantada′, com mais de 100 atrações artísticas e culturais vai até a segunda semana de janeiro de 2020. Estima-se que 1,5 milhão de pessoas visitem Maringá até dia 6 de janeiro, fim das festividades.

Todos números superam os do ano passado. Pesquisa do Conselho de Desenvolvimento Econômico (Codem) sobre a campanha de 2018 apontou que Maringá Encantada atraiu 1,2 milhão de pessoas, sendo que 55% eram de outras cidades. Aspecto local de destaque no levantamento foi crescimento na arrecadação de tributos. O Imposto Sobre Serviços (ISS), exemplo, aumentou 20,27% em relação ao período de 2017.

Estimativa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) aponta que nesse período há um crescimento entre 15 e 20% no movimento de bares e restaurantes maringaenses. Também houve aumento no fluxo de hóspedes nos hoteis maringaenses no final do ano desde 2017. Antes era comum os hotéis ficarem com baixa ocupação no período. Agora já há escala de funcionários para atender a demanda na rede.

Além do aspecto financeiro, também há a sensação de alegria que toma conta dos maringaenses. A Maringá Encantada tem um clima familiar. Há eventos e atrações pensadas para que a família se divirta junta e tirar fotografias para guardar de lembrança de momentos de integração.

A abertura da Maringá Encantada aconteceu às 17 horas desta sexta-feira, 11, com a chegada do Papai Noel, apresentações de coral e orquestra de violas e show com Sérgio Reis e Renato Teixeira. Além da abertura oficial da decoração natalina, como o Túnel de Luz, a Vila do Papai Noel, entre outros. Estimativa é receber 100 mil pessoas entre as praças da Catedral Nossa Senhora da Glória e a Renato Celidônio. Campanha vai até 19 de janeiro. Cada espaço com atrações do Maringá Encantada tem uma data própria de encerramento. Quem presenciar algum vandalismo na decoração natalina pode denunciar no telefone 153.

DEPOIMENTOS:

 “É um investimento que o município está fazendo para atrair pessoas de outras cidades. Isso beneficia o comércio, que vende mais. Dá um tom de alegria para a nossa cidade. Eu fico muito feliz com a forma como a prefeitura está fazendo”, vereador Mário Hossokawa, presidente da Câmara de Vereadores de Maringá.

“Maringá recebe turistas de cidades vizinhas e outros estados para o turismo de negócios e entretenimento. O bom disso é que os bares, restaurantes, hotéis, comércio em modo geral, ganham. Estimular o turismo é estimular o desenvolvimento do comércio na cidade. É gerar renda para todos”, Deborah Kemmer, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel)

“A Maringá Encantada contribui para a geração de negócios. Ela atrai pessoas de cidades vizinhas da região para comprar. O comércio em geral acaba vendendo mais e tem outros benefícios, como aumenta a arrecadação de impostos e a geração de empregos temporários”, Michel Felippe, presidente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá – Acim.

Fonte: Diretoria de Comunicação – Fotos: Divulgação

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *