Prefeitos aprovam investimento da Amusep em programa de desenvolvimento territorial

Prefeitos aprovam investimento da Amusep em programa de desenvolvimento territorialOs prefeitos das cidades da área de abrangência da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense aprovaram o investimento da entidade na execução das ações da Unidade Mista de Desenvolvimento Territorial (UMDT). A decisão foi tomada, na sexta-feira (06/8), pela manhã, durante assembleia conjunta da Amusep e dos consórcios públicos intermunicipais de Gestão (Pró-Amusep) e de Saúde (Cisamusep).

A UMDT é fruto da parceria entre a Amusep, Universidade Estadual de Maringá (UEM), Núcleo Regional da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR) e Sebrae. Em uma primeira etapa, com duração de dois anos, o investimento global é de R$ 434.640,00. Desse total, R$ 241.680,00, são de recursos do Governo do Estado; e R$ 192.960,00, de contrapartida da Associação.

Inovador

De acordo com a proposta, no período de 24 meses, serão realizadas oficinas para a formação e capacitação de agentes locais de desenvolvimento. Também será feito um levantamento das potencialidades de cada município. A partir desse diagnóstico será possível elaborar um plano estratégico de ação. “A aprovação do investimento da Amusep é mais um importante passo na concretização da UMDT, que vem sendo desenhada desde o início de 2019”, destaca o presidente da Associação, prefeito de Ângulo, Rogério Aparecido Bernardo.

Para o reitor da UEM, professor doutor Júlio César Damasceno, que esteve presente na reunião desta sexta-feira, o caráter inovador da iniciativa vai se constituir em um marco para os projetos de desenvolvimento territorial do Estado. “É um novo olhar sobre a perspectiva da geração de riqueza, abertura e manutenção de postos de trabalho, melhoria da qualidade de vida da população e fixação das famílias nas cidades de origem”, ressalta.

50 anos +

Na reunião, os prefeitos aprovaram, também, o calendário preliminar das festividades dos 50 anos de fundação da Amusep. Entre as atividades, está prevista a realização de um concurso para definir a logomarca para o aniversário; a publicação de um livro com o resgate histórico da Associação; uma palestra, com uma personalidade de expressão nacional; seminários temáticos das câmaras técnicas; e a Assembleia Geral Extraordinária, no dia 29 de março de 2022, data de criação da entidade, com a presença de autoridades, ex-presidentes e convidados.

Turismo

Outro ponto da pauta foi a entrega de um diagnóstico sobre a realidade atual do segmento do Turismo, nas prefeituras da região. O levantamento foi realizado pelo Sebrae, a partir dos dados oficiais disponíveis nos sites dos municípios, no Governo do Estado e no Ministério do Turismo. Os integrantes da Câmara Técnica da Amusep, também, contribuíram ao responder um questionário. Os dados foram apresentados pelo consultor do Sebrae, Luiz Carlos da Silva. Em seguida, o gerente do Escritório Regional Noroeste, Wendell Myler da Silva Gussoni, repassou o documento para o presidente da Amusep.

Seca e geada

Para subsidiar os prefeitos em relação à uma possibilidade de se decretar estado de calamidade pública, na Agricultura, o chefe do Núcleo Regional da Seab, Jucival Pereira de Sá, apresentou um relatório com os dados preliminares sobre a frustração da segunda safra, em razão da seca e da geada. Também alertou sobre os prós e contras de se tomar a decisão. Ficou decidido que o Jurídico da Amusep vai elaborar um parecer detalhado sobre as vantagens e consequências relacionadas a uma determinação desta natureza.

Pró-Amusep

Na pauta do Consórcio de Gestão Pró-Amusep, os prefeitos aprovaram um reajuste no valor da hora paga para os médicos plantonistas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) – Regional Norte Novo. O valor passa a ser de R$ 110. O presidente do Pró-Amusep, prefeito de Doutor Camargo, Édilen Henrique Xavier, o Mineiro, afirma que o reajuste se fez necessário para evitar a perda de profissionais, que deixam de prestar serviço para o Samu, porque ganham mais em outros locais.

Houve, também a apresentação do novo coordenador do Samu – Regional Norte Novo, Maurício Caetano da Silva Júnior. Os prefeitos autorizaram, ainda, a diretoria do Pró a procurar e contratar a locação de uma nova sede para o consórcio. O aluguel da atual sofreu um reajuste e o valor foi considerado muito alto.

Cisamusep

Em relação à pauta do Consórcio de Saúde, os prefeitos autorizaram a diretoria a elaborar um estudo de viabilidade para realizar cirurgias de catarata no Ambulatório do Cisamusep. O presidente da instituição, prefeito de Ourizona, Manoel Rodrigo Amado, afirma que a iniciativa vai resultar em mais benefícios para a população atendida.

Fonte: Claudio Galleti/Assessor de Impensa/Amusep- Foto: João Paulo Santos