Área Rural Experimental da Unicesumar vai promover desenvolvimento regional

Situada na colônia alemã conhecida como Witmarsum, a fazenda será utilizada por estudantes de agronomia e veterinária das unidades de Curitiba e Ponta Grossa.

Área Rural da Unicesumar é inaugurada na colônia alemã Witmarsum, na região dos Campos Gerais - Ponta Grossa
A nova área da Unicesumar vai contar com laboratórios de anatomia/patologia Geral (análise de lâminas) e especial (necrótica)
Em breve, a área estará recebendo ovinos, bovinos e equinos
A colônia alemã conhecida como Witmarsum, entre Curitiba e Ponta Grossa, conta com uma nova área para promover o desenvolvimento da produção leiteira e da agronomia regional. O local terá estudos práticos dos alunos da Unicesumar, uma das maiores universidades particulares do País.

Além de atender os alunos dos cursos de Medicina Veterinária (Curitiba e Ponta Grossa), o espaço também conta com área para plantios, reservado para os estudantes de Agronomia (Ponta Grossa). A expectativa da comunidade é de que ela trará bastante conhecimento e visibilidade, tanto para a Unicesumar quanto para os moradores da colônia, por estar inserida em uma região de grande produção leiteira.

A ÁREA

Localizada numa área rural de forte tradição alemã, a área da Unicesumar vai contar com laboratórios de anatomia/patologia Geral (análise de lâminas) e especial (necrótica). Foi dedicado ainda um espaço para plantio, galpão para maquinário, embarcador e desembarcador dos animais e balança.

A unidade também terá um Galpão Central com oito ambientes divididos entre salão principal, administrativo, sala de aula, banheiro e vestiário masculino e feminino, local para banho, laboratório de análises clínicas, farmácia, depósito e centro cirúrgico para equinos e bovinos.

MEDICINA VETERINÁRIA

A professora Jéssica Rodrigues, coordenadora do curso de Medicina Veterinária, conhece a fazenda da Unicesumar em Maringá, uma referência no setor, e sabe do potencial da nova unidade entre Curitiba e Ponta Grossa.  “Aqui também há muito cuidado com a estrutura. Teremos todas as condições para trabalhar com qualidade no atendimento aos ‘pacientes’ (animais)”.

Em breve, a área estará recebendo ovinos, bovinos e equinos. A prática é essencial para a formação profissional dos alunos que poderão desenvolver habilidades práticas, no atendimento de animais a campo, relacionadas à semiologia, clínica e cirurgia veterinárias.

Tendo esse contato direto com o animal, os alunos aprendem sobre comportamento, manejo e cuidados básicos no dia a dia. “Vivenciar a rotina do campo, para os alunos de medicina veterinária é, sem dúvida, essencial à formação acadêmica”, ressalta a coordenadora.

O imóvel tem como vizinhos várias famílias proprietárias de sítios e fazendas que formam a colônia alemã Witmarsum. A ideia, segundo Jéssica, é também tratar de forma gratuita os animais desses pequenos fazendeiros. Será uma contribuição social para fortalecer ainda mais a região.

De acordo com Wilson Matos Filho, vice-reitor da Unicesumar, a área rural será um grande diferencial na formação profissional. “Estruturamos esse projeto para também atender os alunos dos campi de Curitiba e Ponta Grossa. Temos certeza que a experiência prática para os alunos, dessas unidades, serão cruciais para que saiam um passo à frente no mercado de trabalho. É por isso que investimos não só em estrutura, mais em tecnologias e insumos para que as aulas práticas sejam ainda mais efetivas”.

AGRONOMIA

A abertura da Área Rural Experimental também é muito aguardada por professores e alunos do curso de Agronomia de Ponta Grossa. No local, serão realizadas aulas no campo sob a supervisão de docentes qualificados. Outro objetivo é de que os alunos possam vivenciar a vida rural ajudando no desenvolvimento da comunidade.

O curso de Agronomia de Ponta Grossa iniciou as atividades no ano de 2018 com turmas anuais. Em 2019, ocorreu a reestruturação do curso com laboratórios e liberação de uma área de aproximadamente um hectare no próprio campus destinada as disciplinas de Estágio e atividades de iniciação científica.

“A área foi preparada e cultivada pelos alunos com o apoio dos docentes, possibilitando o desenvolvimento de trabalhos científicos com publicações em revistas técnicas. O mesmo faremos na nova área rural”, explica Maicon Ramon Bueno, professor e coordenador dos cursos do Centro de Ciências Exatas, Tecnológicas e Agrárias de Ponta Grossa.

DIA DE CAMPO

A exemplo do que já ocorre em Maringá, também há a expectativa que num futuro próximo, a nova área rural possa sediar uma edição do Dia de Campo. O tradicional evento apresenta os avanços do setor agropecuário e aproxima estudantes, profissionais de engenharia e produtores rurais.

O dia de campo não é focado somente nos alunos, mas também na comunidade. Por meio de um aprendizado prático e expositivo, conta como base palestras voltadas à produção e sustentabilidade em cadeias produtivas, inovação e tecnologias aplicadas à agricultura de precisão.

EM MARINGÁ

A Unicesumar já é conhecida pela excelência de sua Fazenda-Escola situada em Maringá. São 176 alqueires, sendo 40%, aproximadamente, ocupados por uma das reservas de mata nativa do município. O destaque é o Centro de Biotecnologia em Reprodução Animal – Biotec.

O Centro atua com a pesquisa e a produção de embriões de equinos e de bovinos. Entre os bovinos, destaque para o Wagyu, uma raça bovina de origem japonesa, com grande valor de mercado e carne considerada nobre.

A área construída da Fazenda totaliza três mil metros quadrados, com ampla estrutura para atender estudantes de Agronomia, Agronegócio, Ciências Biológicas, Medicina Veterinária e Biomedicina.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Unicesumar – Fotos: Divulgação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *