Construção civil cria 773 novos empregos formais no primeiro semestre em Maringá

Setor emprega mais de 11,4 mil profissionais na cidade
Na opinião do presidente do Sinduscon/PR-Noroeste, Rogério Yabiku, os números refletem o bom momento do setor
A construção civil, um dos setores que tem contribuído com a retomada econômica em Maringá, gerou 773 novos postos de trabalho com carteira assinada, no primeiro semestre deste ano. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que aponta ainda que o setor emprega mais de 11,4 mil profissionais na cidade.

Na área de atuação do Sinduscon/PR-Noroeste, que inclui 126 cidades, a situação se repete, com os maiores municípios com saldo positivo de empregos. Em Campo Mourão, no primeiro semestre, foram criados 72 empregos. Em Cianorte o saldo entre contratações e demissões foi de 103 empregos. Em Paranavaí foram 113 novas vagas e em Umuarama, 29.

Na região de Maringá, a exceção de Mandaguaçu, em que houve mais demissões do que contratações, em Sarandi, Marialva, Paiçandu e Mandaguari foram criados postos de trabalho com carteira assinada. Somando com Maringá, estes municípios criaram 1.064 empregos no primeiro semestre.

Na opinião do presidente do Sinduscon/PR-Noroeste, Rogério Yabiku, os números refletem o bom momento do setor. “Imóvel é um investimento seguro e com as baixas taxas de financiamento imobiliário, o setor tem tido bom desempenho. As construtoras estão com lançamentos e programando novas obras”, destaca.

Fonte: Giovana Campanha/Matéria Comunicação – Fotos: Divulgação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *