Expo Cocari 2022: primeiro dia do evento

Expo Cocari 2022: primeiro dia do eventoA Expo Cocari 2022 começou na quarta-feira (2), no Centro Tecnológico Cocari, abordando o tema: Inteligência na Agricultura Gerando Produtividade e Rentabilidade no Campo. Muita tecnologia, inovação e novidades estão sendo apresentadas nos mais de 60 estandes da exposição.

Na cerimônia de abertura, foi firmada a assinatura do termo de cooperação técnica entre a Universidade Estadual de Maringá (UEM) e a Cocari e realizada a reinauguração do Horto Medicinal da cooperativa.

Prestigiaram o evento produtores, diretores, superintendentes, convidados, empresas parceiras, representantes do poder público, pesquisadores da Embrapa, do IDR Paraná e da UEM, colaboradores e imprensa.

Diversas autoridades acompanharam o evento: o representante do governo do estado do Paraná, superintendente geral de Apoio aos Municípios, Ricardo Maia; a prefeita municipal de Mandaguari, Ivoneia de Andrade Aparecido Furtado; o vereador Sebastião Alexandre da Silva, representando o Presidente da Câmara Municipal de Mandaguari; o secretário de Agricultura de Mandaguari, Yohann Paulo Andrade Furtado; o vice-reitor da UEM, Ricardo Dias Silva; a Diretora do Centro de Ciências Agrárias da UEM, Adriana Aparecida Pinto; a coordenadora da Agronomia, Reni Saath; o Coordenador Adjunto da Agronomia, Telmo Antonio Tonin; e demais professores do curso de Agronomia da universidade.

Busca por produtividade 

O presidente da Cocari, Marcos Antonio Trintinalha, falou sobre a condução das atividades da cooperativa. “Nosso objetivo é buscar o que há de melhor para a Cocari, cooperados e colaboradores. Todos nossos esforços são no sentido de tecnificar cada vez mais a cooperativa e o trabalho de todos os segmentos da Cocari que caminha na direção de trazer maior produtividade. A aquisição das concessionárias das marcas Case e New Holland, os investimentos na área industrial, na Fiação e na Piscicultura, e o lançamento da linha Éfforos de insumos para a lavoura são exemplos da prática que adotamos na cooperativa”, destacou.

Alternativas para a estiagem

O presidente também comentou sobre a forte estiagem que atingiu lavouras nas áreas de atuação da cooperativa. “É um dia muito especial para a Cocari, principalmente neste momento em que há alguns lugares em dificuldades decorrentes do clima. Os produtores têm aqui a oportunidade de conhecer opções em tecnologia e melhorias que podem ser utilizadas nas suas propriedades”, ressaltou.

Novidades em tecnologia

Trintinalha enfatizou a variedade de soluções tecnológicas oferecidas pelo evento. “É importante frisar que essa feira, além das práticas de manejo, oferece também opções tecnológicas. Os visitantes poderão conhecer nosso drone de aplicação, o serviço de levantamento de áreas com a topografia, a ferramenta de piloto automático para tratores em áreas de plantio, e também o Aplicativo Cocari, desenvolvido para aproximar o cooperado da cooperativa, bem como a plataforma de e-commerce Vita Campo”, citou.

 

Investimento na cafeicultura

O presidente falou sobre o investimento da cooperativa no cultivo de café. “Estamos trabalhando forte com a cafeicultura, principalmente com os pequenos produtores, tentando incentivar essa atividade tanto no Paraná quanto nos Cerrados Goiano e Mineiro, preparando e incentivando os produtores, para agregar valor às pequenas propriedades. Além do café, contamos com a piscicultura como alternativa de diversificação da renda”, pontuou.

Segurança em nosso trabalho

O presidente Marcos Trintinalha deixou uma mensagem aos produtores. “A Cocari continua há 60 anos no mesmo endereço, almejando melhorias e trabalhando para desenvolver nossos projetos. Continuem confiando e trabalhando conosco. Felizmente, a Cocari cresceu muito em 2021. Saltamos de R$ 2,7 para R$ 4,7 bilhões de faturamento dentro de um ano. Neste momento, estamos tentando fazer o máximo para minimizar o atual problema climático. Ressalto que ficamos à disposição dos produtores para o que precisarem. Faço o convite aos produtores para que venham se cooperar e nos tragam ideias, porque vamos ouvir e tentar fazer aquilo que for melhor para a Cocari e todos os seus cooperados”, ressaltou.

Trintinalha agradeceu a participação dos visitantes. “Este é um evento idealizado para os produtores. Espero que tenha sido um dia proveitoso, para utilizar técnicas nas suas propriedades. Todos os trabalhos apresentados na feira foram desenvolvidos com o objetivo de aumentar a produtividade para que tenhamos um bom retorno. Que Deus os abençoe e que tenhamos uma bela colheita nos próximos dias. A quem ainda não teve a oportunidade de visitar a Expo, venha nesta quinta-feira (3) e conheça as novidades de nossos parceiros e da cooperativa para buscarmos juntos as melhores soluções para atendê-los”, convidou.

Cooperação técnica 

A cerimônia contou com a assinatura do termo de cooperação técnica entre a UEM e a Cocari, que permitirá que alunos da graduação e pós-graduação da universidade, de todos os cursos, realizem estágios e trabalhos de conclusão de curso na cooperativa, visando a formação e integração profissional.

O presidente falou sobre o acordo de cooperação. “Principalmente neste ano, em que a Cocari completa 60 anos, é uma grande realização promover este evento e realizar a assinatura deste termo de cooperação técnica entre a cooperativa e a UEM. Desde que assumimos a gestão, em março de 2021, o Conselho de Administração nos apresentou essa demanda de que agrônomos, veterinários e zootecnistas precisam estar juntos em todo o processo de trabalho. A partir disso, implementamos um sistema de tecnologia em que os consultores têm de acompanhar as propriedades do início até a colheita. Por isso, abrir essa oportunidade de parceira com a universidade é muito importante para levar a Cocari a outros patamares”, destacou.

Para o vice-reitor da UEM, Ricardo Dias Silva, é evidente a contribuição da universidade para o desenvolvimento regional. “Fiquei muito impressionado pela qualidade da feira e pela lufada de esperança que um evento como esse traz, porque mostra que estamos conseguindo superar obstáculos que enfrentamos em 2021. Além disso, é satisfatório ver o retorno que o desenvolvimento da universidade traz para a região. Muitos profissionais da Cocari formaram-se ou deram seguimento à sua formação na UEM. Nosso programa de pós-graduação destaca-se entre os melhores da área, nacional e internacionalmente. Todo o percurso que viemos traçando até aqui é motivo de orgulho e o envolvimento da sociedade organizada é fundamental para esse destaque. Não há como aumentar a inteligência no campo e melhorar a produtividade se não tivermos investimento em ciência e tecnologia. Por isso, é importante essa relação de troca que haverá com a assinatura”, disse.

Reinauguração do Horto Medicinal

No primeiro dia do evento, foi realizada a reinauguração do Horto Medicinal da cooperativa, que foi comentada pelo presidente da Cocari. “Não podemos nos esquecer de que a Cocari fará 60 anos na próxima segunda-feira (7), assim como devemos nos lembrar das pessoas que iniciaram esse processo, principalmente o Oripes Rodrigues Gomes, que fundou a cooperativa em 1962. É fundamental que a busca por tecnologia seja acompanhada pelo cuidado com a história e respeito por aqueles que nos precederam. Nesse sentido, o Centro Tecnológico preserva as plantas medicinais que nossas avós usavam. É muito importante resgatar esses conhecimentos e voltar a aplicá-los no cotidiano”, disse Marcos Trintinalha.

O Horto Medicinal da Cocari recebeu o nome da professora da UEM, Maria Eugenia da Silva Cruz que, por mais de 30 anos, dedicou-se à botânica e atuou na instalação do Horto no CTC, em dezembro de 2007. Lotada no Departamento de Agronomia da UEM até o ano de 2012, quando faleceu, desenvolveu uma série de projetos e pesquisas voltados para utilização de plantas medicinais, sendo aromáticas e condimentares, extração de óleos essenciais, fisiologia pós-colheita de frutos e hortaliças e controle fitossanitário alternativo através da utilização de plantas medicinais.

O vice-reitor da instituição agradeceu a homenagem. “Agradeço o reconhecimento pelo trabalho da professora Maria Eugênia nessa área da agricultura voltada à medicina. É muito especial receber essa homenagem à professora e, indiretamente, a todos os seus alunos e àqueles que compartilharam da sua trajetória de pesquisa”, disse.

Força do Agro

A prefeita de Mandaguari, Ivoneia Furtado, falou aos presentes, enaltecendo a atuação do agronegócio no fortalecimento da economia. “Todos sabem que o agronegócio cresce significativamente no país. Neste momento, é necessário retomar as atividades econômicas e foi justamente este setor que ofereceu suporte à economia no país. Mesmo com a crise hídrica, seguimos firmes graças à determinação dos agricultores e também da Cocari, que auxilia os produtores da região. Agradeço especialmente os profissionais que desempenham este importante papel de colaboração com os agricultores”, disse.

Atrações da feira

O superintendente de Suprimentos e Assistência Técnica da Cocari, Jacy Cesar Fermino da Rocha, falou sobre as atrações e condições especiais trazidas pela Expo Cocari deste ano. “Entre as principais atrações, teremos as apresentações técnicas, o Balcão de Negócios, muito oportuno para este ano de incertezas em relação ao fornecimento de fertilizantes e matéria-prima para os defensivos. Estamos oferecendo condições muito atrativas para o verão 2022/2023. Além disso, teremos condições comerciais diferenciadas para grãos. No estande do TRR Cocari, o agricultor poderá negociar diesel com condições mais vantajosas. Tudo para que os cooperados tenham boas condições comerciais e segurança na entrega dos insumos”, comentou.

Plantio direto    

O responsável técnico do Centro Tecnológico Cocari, João Batista Gonçalves Dias da Silva, abordou questões técnicas sobre clima e plantio direto. “É importante ressaltar que passamos por um período de La Niña, que significa seca no Sul e chuva abundante no Nordeste. Muitas vezes, o agricultor pensa em qual variedade pode escolher para resistir melhor à seca ou qual produto deve aplicar na lavoura com essa finalidade, mas existe uma alternativa melhor. Preparamos quatro estações para falar sobre a produção de palha para aumentar a capacidade de armazenamento de água pelo solo. Os resultados obtidos podem ser conferidos pelo público e trouxeram diferenças muito significativas entre as parcelas de plantio direto, com o uso da palhada e aquelas que não tiveram esse sistema”, ressaltou.

Campanha Saca do Bem

Durante a Expococari, os produtores que quiserem participar da Campanha Saca do Bem, em benefício do Hospital do Câncer de Londrina, doando uma ou mais sacas de soja, podem assinar o termo de doação no estande do Cooperativismo, próximo à barraca central.

Sorteio

A feira também está promovendo o sorteio de uma Smart TV ao final de cada dia do evento. No primeiro dia, o ganhador foi o produtor José Carlos Kovalchuk, de Lunardelli-PR. Para concorrer, basta visitar os estandes da Cocari e parceiros e carimbar o verso do crachá, nos locais indicados. O sorteio acontecerá entre 16h e 17h, na barraca central, e o prêmio será entregue somente para aquele que estiver presente no local.

A Expo Cocari foi organizada tomando todas as medidas preventivas em relação à Covid-19, com o uso de álcool em gel, máscara e distanciamento.

Fonte: Amanda Tostes/Grupo C7 Comunicação – Foto: Divulgação/Cocari.